O DIZER VERDADEIRO COMO PRÁTICA DISCURSIVA NA PEDAGOGIA DO ATOR

Autores

  • Gilberto Icle

Palavras-chave:

teatro, verdade, ator

Resumo

Este texto fricciona a noção de parrhesia e a Pedagogia do Ator. Apresenta-se o contexto discursivo, no qual as operações teóricas são empreendidas, e problematiza-se o conceito de parrhesia, dizer-verdadeiro, segundo a obra de Michel Foucault. Analisam-se os textos prescritivos para o ator, confrontando-os com o imperativo de dizer a verdade. Tal operação se realiza, a partir de uma indagação constituída num movimento reflexivo entre a Pedagogia do Ator e a noção de parrhesia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-25

Como Citar

ICLE, G. O DIZER VERDADEIRO COMO PRÁTICA DISCURSIVA NA PEDAGOGIA DO ATOR. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 5, n. 1, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/moringa/article/view/19619. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Epistemologia da cena