PINA BAUSCH E O WUPPERTAL TANZTHEATER: DESESTRUTURANDO E CONFRONTANDO POLARIDADES

Autores

  • Cláudio Marcelo Carneiro Leão Lacerda Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

dança, corpo, coreografia, desconstrução

Resumo

O texto objetiva olhar para a coreógrafa Pina Bausch e investigar o que faz com que suas obras sejam tão desestabilizadoras e provocadoras. Essa investigação foi feita pelo viés da teoria da desconstrução de Jacques Derrida e conceitos correlatos de outros autores, partindo de suas questões filosóficas para poder relacioná-las com os procedimentos criativos, propostas cênicas e abordagens de corpo de Bausch.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Marcelo Carneiro Leão Lacerda, Universidade Federal de Pernambuco

Professor Assistente do Departamento de Teoria da Arte e Expressão Artística da Universidade Federal de Pernambuco.

Downloads

Publicado

2016-06-28

Como Citar

LACERDA, C. M. C. L. PINA BAUSCH E O WUPPERTAL TANZTHEATER: DESESTRUTURANDO E CONFRONTANDO POLARIDADES. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 7, n. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/moringa/article/view/29327. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

MESTRES DO SÉCULO - PINA BAUSCH