O PARADOXO NA DANÇA-TEATRO DE PINA BAUSCH

Autores

  • Wilne de Souza Fantini Universidade Federal da Paraíba
  • Iraquitan de Oliveira Caminha Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Pina Bausch, Paradoxo, Dança-teatro

Resumo

Tem como intuito descrever e analisar o paradoxo no trabalho do Tanztheater de Pina Bausch. Pode-se interpretar esse paradoxo bauschiano de algumas maneiras. Um dos modos seria considerá-lo como uma concomitância de universalidade e singularidade. Outra possibilidade seria no que concerne à repetição, já que essa não é um retorno do mesmo, mas uma potencialidade à criação. Ainda se pode constatar o paradoxo como uma simultaneidade entre o estado contemplativo passivo e o ativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilne de Souza Fantini, Universidade Federal da Paraíba

Doutorado sanduíche pelo programa de pós-graduação em Filosofia UFPE-UFPB-UFRN e pela Université Catholique de Louvain (UCL, Bélgica) (2015).

Iraquitan de Oliveira Caminha, Universidade Federal da Paraíba

Professor-pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal da Paraíba.

Downloads

Publicado

2016-06-28

Como Citar

FANTINI, W. de S.; CAMINHA, I. de O. O PARADOXO NA DANÇA-TEATRO DE PINA BAUSCH. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 7, n. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/moringa/article/view/29329. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

MESTRES DO SÉCULO - PINA BAUSCH