O SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO NA ANÁLISE DAS TRANSFORMAÇÕES DO USO E COBERTURA DA TERRA NA MICROBACIA DO RIO MAGU, MARANHÃO, BRASIL

  • Francisco Wendell Dias Costa Universidade Estadual Paulista - Presidente Prudente
  • Paulo Roberto Mendes Pereira Doutorando em Geografia pela UNICAMP-SP

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar as transformações do uso e cobertura da terra na Microbacia do rio Magu, comparando os anos de 2000 e 2017. Para essa análise foram utilizadas imagens de satélites do Landsat 5 e 8 Path/Row 219/062, datadas de 28 de agosto de 2000 e 11 de agosto de 2017. O Processamento Digital de Imagem (PDI) foi realizado no SPRING versão 5.5.3, já o mapeamento das classes de uso e cobertura da terra para as datas supracitadas foi realizado no software QGIS 2.18. Sendo assim, foi possível identificar e classificar 6 (seis) classes: água, áreas antropizadas, mata de galeria, vegetação aquática, vegetação densa e vegetação rasteira. Os resultados evidenciaram que a área de estudo sofreu transformações no uso e cobertura da terra nos anos analisados, sobretudo com redução de áreas de vegetação densa e aumento das áreas antropizadas, decorrente do crescimento urbano desordenado e do avanço das práticas agrícolas temporárias (sojicultura) afetando a paisagem no local.

Biografia do Autor

Francisco Wendell Dias Costa, Universidade Estadual Paulista - Presidente Prudente
Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Maranhão. Pósgraduado (Especialista) em Gestão Interdisciplinar do Meio Ambiente e Educação Ambiental pelo Instituto de Ensino Superior Franciscano. Mestre em Desenvolvimento Socioespacial e Regional da Universidade Estadual do Maranhão. Professor da Educação Básica do Município de AnajatubaMA, atuando nas séries finais do ensino fundamental. Foi professor do ensino médio da rede privada de São Luís. Integrou o Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais exercendo a função de auxiliar de pesquisas. Integrante do grupo de pesquisa LIDA/UEMA e GADIS/UNESPPP com função de pesquisador. Atualmente é Doutorando em Geografia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" campus Presidente Prudente e bolsista pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico do Maranhão FAPEMA. Trabalha nos seguintes temas: impactos socioambientais; educação ambiental; políticas públicas voltadas para áreas protegidas; planejamento ambiental; ordenamento e gestão territorial e ecoturismo em Unidades de Conservação.
Paulo Roberto Mendes Pereira, Doutorando em Geografia pela UNICAMP-SP
Geógrafo pela UFMA Especialista em Geoprocessamento pela PUC MINAS VIRTUAL Doutorando em Geografia pela UNICAMP-SP
Publicado
2020-05-07
Seção
Artigos