ESPAÇO URBANO E RELAÇÕES DE GÊNERO: Um estudo de caso sobre a mobilidade do trabalho e a morfologia socioespacial das cidades

  • Maria Franco Garcia Universidade Federal da Paraíba
  • Jemeffer Souza Lebrão
  • Sinval Almeida Passos

Resumo

O objetivo deste texto é apresentar uma reflexão sobre o processo de expansão da cafeicultura no planalto de Conquista no estado da Bahia, mostrando como a mobilidade da força de trabalho de homens e mulheres participaram da configuração da forma urbana da cidade de Vitoria da Conquista, originando grande parte do que hoje conhecemos como sua periferia. Os resultados alcançados nos permitem afirmar que a produção da periferia urbana é parte do processo de mobilidade do trabalho ao tempo que, a reprodução desse espaço está condicionada pelas relações sociais de gênero.
Publicado
2020-05-07
Seção
Artigos