PLANTIOS E COLHEITAS DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO EM AGROECOLOGIA E AGRICULTURA FAMILIAR CAMPONESA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JATAÍ – GO

  • Mariza Dias Universidade Federal de Jataí
  • Hildeu Ferreira da Assunção Universidade Federal de Jataí

Resumo

O Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Agroecologia e Agricultura Familiar Camponesa (NEAAF) da Universidade Federal de Jataí (UFJ) é resultado da articulação entre a nova Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, instituída no Brasil a partir de 2003, e as instituições de ensino, pesquisa e extensão públicas do país. Tal articulação tinha como estratégia de ação o financiamento, por parte de vários Ministérios, de projetos de pesquisa e extensão a serem executados nestas instituições com o objetivo de formar e qualificar profissionais e camponeses para a transição agroecológica. O NEAAF foi instituído em 2008 justamente a partir da aprovação de um projeto e em 11 anos de existência executou 8 projetos que foram desenvolvidos nos nove municípios do Território Rural de Identidade Parque das Emas, microrregião Sudoeste de Goiás. Todos os projetos desenvolvidos no NEAAF tiveram como princípio a extensão dialógica, sendo indissociável do ensino e da pesquisa e, como base teórica, metodológica e prática os princípios da Agroecologia e a autonomia da classe camponesa. Neste artigo apresenta-se breves e importantes resultados do Núcleo para a formação profissional, para a produção científica referente à política pública, extensão e agroecologia. Todavia, para promover a transição agroecológica, usando como ferramenta a extensão universitária, ainda requer uma postura institucional, compromisso e um profissionalismo da parte do corpo de estudantes, professores, técnicos, consultores, extensionistas e dirigentes que tenham por foco e finalidade o fortalecimento da autonomia das famílias camponesas.
Publicado
2020-08-18
Seção
Artigos