HUMANOS, MÁQUINAS E CIBORGUES NO CINEMA DE FICÇÃO CIENTÍFICA

Claudio Cardoso de Paiva, Allysson Viana Martins, Tássio José Ponce de Leon Aguiar

Resumo


O presente trabalho pretende discutir a figura do ciborgue, um tema recorrente principalmente nas artes visuais (quadrinhos, cinema, televisão, videogames, etc.). A partir de uma revisão teórico-conceitual, caracterizamos os ciborgues em três tipos: homem maquinizado, máquina humanizada e corpo plugado. E reconhecendo a força expressiva que a temática do ciborgue apresenta nos filmes de ficção, buscamos explorar de que forma este estilo de corporeidade pode ser verificado nos produtos audiovisuais, pressupondo que incorpora níveis de hibridização diferentes – mesmo constituindo uma categoria específica. Em uma análise de cunho reflexivo, partindo de uma contemplação da representação do ciborgue e das relações entre os seres humanos e as máquinas, discutimos ainda aspectos ligados à autonomia e à inserção das novas tecnologias na sociedade.


Palavras-chave


Ciborgue. Tipologia. Filmes.

Texto completo:

PDF












CONTADOR DE VISITAS
Contador de Visitas