[ID 34935] QUALIDADE DE VIDA E CONDIÇÕES DE HIGIENE DE PRÓTESES DENTÁRIAS DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

  • Tainá Nascimento Falcão
  • Mariana Mélani Alexandrino Costa
  • Loyse Martorano Fernandes
  • Leopoldina de Fátima Dantas de Almeida
  • Ana Maria Gondim Valença

Resumo

higiene de próteses dentárias em idosos residentes em instituição de longa permanência, na Cidade de João Pessoa-PB. Metodologia: Foi aplicado o Geriatric Oral Health Assessment Index (GOHAI) para avaliar a qualidade de vida, em alta e moderada-baixa, incluindo perguntas sobre higienização de prótese dentária (n=38). Adicionalmente, as próteses de cada indivíduo foram recobertas por solução evidenciadora e fotografadas, para mensuração do biofilme. Os dados foram analisados inferencialmente a partir dos testes Qui-quadrado e Exato de Fisher (α=5%). A retenção do biofilme foi classificada, a partir das áreas coradas, em alta, média e baixa. Resultados: A média de idade da amostra foi de 81,8±7,7 anos, sendo 86,8% (n=33) do sexo feminino. Apenas 34,2% afirmaram ter recebido instrução sobre higienização e 86,8% referiram não remover a prótese em nenhum período do dia. A qualidade de vida não esteve associada ao tempo de uso da prótese, ou com o conhecimento em relação aos métodos químicos e mecânicos de higienização (p>0,05), mas se mostrou alta quando associada ao fato de não retirarem a prótese para dormir (p<0,05). Dentre as 26 próteses superiores analisadas, em 53,8% (n=14) observou-se baixa retenção; quanto às 13 próteses inferiores avaliadas, 53,8% (n=7) apresentaram retenção moderada. Conclusão: A alta qualidade de vida esteve associada ao fato do idoso não retirar a prótese para dormir. As próteses inferiores apresentaram maior retenção de biofilme em relação às próteses superiores. Descritores: Prótese dentária. Higiene Bucal. Saúde Bucal.
Publicado
2019-03-21
Como Citar
Falcão, T. N., Costa, M. M. A., Fernandes, L. M., Almeida, L. de F. D. de, & Valença, A. M. G. (2019). [ID 34935] QUALIDADE DE VIDA E CONDIÇÕES DE HIGIENE DE PRÓTESES DENTÁRIAS DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 23(1). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n1.34935
Seção
Pesquisa