[ID 35476] AUTOEFICÁCIA NO ALEITAMENTO MATERNO EM ADOLESCENTES DO NORTE BRASILEIRO

  • Edficher Margotti Universidade Federal doa Par-a-UFPA
  • Nara Thassiana Viegas Universidade Federal do Pará- UFPA. Belém/Pará/Brasil.

Resumo

Objetivo: Avaliar a autoeficácia em amamentar entre mães adolescentes atendidas em hospital amigo da criança em Belém. Material e Métodos: Estudo analítico descritivo, com delineamento transversal, de cunho quantitativo. Participaram adolescentes entre 13 a 19 anos de idade, que responderam um questionário socioeconômico e de antecedentes obstétricos e, aos quatro meses de pós-parto, a Breastfeeding Self-Efficacy Scale short-form. Foram incluídos: neonatos com idade gestacional acima de 36 semanas e peso ao nascer >2.500g; nascimentos sem intercorrências e que no momento da alta hospitalar, estivessem sendo amamentados exclusivamente ao peito. Resultados: Os resultados evidenciaram elevada autoeficácia em amamentar 81,66% e mostraram que as adolescentes se sentem confiantes no ato de amamentar. Conclusão: As adolescentes possuem alta eficácia na amamentação, provando que mesmo possuindo baixa faixa etária, estão cientes da importância do aleitamento materno para seus bebês. Ao fazer uso dessa escala, tem-se a oportunidade de conhecer os motivos que contribuíram para o desmame precoce. DESCRITORES: Aleitamento materno. Autoeficácia. Adolescentes.

Biografia do Autor

Edficher Margotti, Universidade Federal doa Par-a-UFPA
Enfermeira Obstétrica. Pós Graduada em Educação e em Saúde da Família. Mestrado em Epidemiologia. Doutorado em Pediatria e Saúde da Criança. Docente da disciplina de Semi internato em Pediatria 6º e 9º períodos, do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Para- UFPA.
Publicado
2019-12-16
Como Citar
Margotti, E., & Nara Thassiana Viegas. (2019). [ID 35476] AUTOEFICÁCIA NO ALEITAMENTO MATERNO EM ADOLESCENTES DO NORTE BRASILEIRO. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 23(4). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n4.35476
Seção
Pesquisa