[ID 37442] PROBLEMA CRÔNICO DE COLUNA E FATORES ASSOCIADOS: UM ESTUDO BASEADO NA PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE 2013

  • Luan Vinícius Bernardelli Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá-Paraná. http://orcid.org/0000-0003-1410-2318
  • Camila Pereira Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – Paraná.

Resumo

Objetivo: O presente estudo teve como objetivo identificar os possíveis fatores de risco para os Problemas Crônicos de Coluna (PCC), como também os fatores que podem se comportar como protetores para o desenvolvimento desse problema, em adultos com 18 anos ou mais de idade. Material e Métodos: A base de dados utilizada foi da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, disponibilizada pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde. Resultados: Aproximadamente 27 mil indivíduos se enquadraram neste estudo, dos quais aproximadamente 16% relataram ter PCC. Destes, 46% não realizavam tratamento algum e 62% relataram que esses problemas geravam algum tipo de limitação. Os resultados encontrados foram relevantes, em virtude da confirmação de evidências importantes contidas na literatura, ou seja, identificaram-se fatores de risco e de proteção no desenvolvimento do PCC, como o de que mulheres apresentam maiores chances de desenvolverem PCC. Quando analisado a realização de exercício físico, este demonstrou ser um fator de proteção, diminuindo em 9% a chance de desenvolver problema na coluna. Conclusão: Em geral, o Logit dessa investigação classificou 84,4% das observações, contudo, é certo que existem muitos fatores envolvidos no desenvolvimento dos PCC e o conhecimento desses é de extrema importância, visto que medidas preventivas podem ser aplicadas. DESCRITORES: Dor nas costas. Fatores de risco. Modelo Logístico.

Biografia do Autor

Luan Vinícius Bernardelli, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá-Paraná.
Visitor Scholar na Southern Cross University (Austrália - Gold Coast). Professor Colaborador da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Doutorando em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Maringá. Mestre em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Maringá (2017). Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (2016). Possui experiência de mais de 6 anos no Mercado Financeiro, com diversas certificações profissionais bancárias, tais como a de Especialista em Investimento, expedida pela - ANBIMA. Atua nas áreas de finanças, economia regional e economia da religião.
Camila Pereira, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – Paraná.
Graduada em Fisioterapia no ano de 2012 pela Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP. Especialização em Osteopatia e Terapia Manual pelo Instituto Docusse de Osteopatia e Terapia Manual - UENP (2012 - 2015). Mestre em Exercício Físico na Promoção da Saúde na UNOPAR em Londrina. Doutoranda no Programa Associado UEL/UEM na área de Desempenho Humano e Atividade Física. Professora Colaboradora das disciplinas de Cinesiologia/Biomecânica e Anatomia Humana no curso de Educação Física da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP.
Publicado
2019-12-16
Como Citar
Bernardelli, L. V., & Pereira, C. (2019). [ID 37442] PROBLEMA CRÔNICO DE COLUNA E FATORES ASSOCIADOS: UM ESTUDO BASEADO NA PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE 2013. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 23(4). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n4.37442
Seção
Pesquisa