[ID 46938] TENDÊNCIA DE REALIZAÇÃO DA CITOLOGIA ONCÓTICA E FATORES ASSOCIADOS EM MULHERES DE 25 A 64 ANOS

  • Ana Paula Leite Moreira UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Alice Teles de Carvalho

Resumo

Objetivo: Conhecer a tendência temporal de realização da citologia oncótica e identificar fatores associados à realização do exame em algum momento da vida e nos últimos três anos. Metodologia: Trata-se de um estudo epidemiológico, utilizando dados autorreferidos por mulheres, de 25 a 64 anos, oriundos do estudo transversal Vigitel. Para análise da tendência, dados de 2007 a 2015 da Capital João Pessoa, PB, foram analisados por meio de regressão linear simples e, para identificação dos fatores associados, razões de prevalências foram estimadas utilizando-se regressão de Poisson com dados de 2015. Resultados: A realização da citologia oncótica permaneceu, praticamente, estável no período de 2007 a 2015. Dentre as variáveis analisadas, a faixa etária manteve-se associada a uma maior prevalência de realização do exame nos dois desfechos e o estado civil casado/união estável manteve-se associado à maior prevalência de realização do exame em algum momento da vida; a escolaridade de 9 a 11 anos de estudo apresentou uma associação negativa com a realização do exame nos últimos três anos. Conclusão: A cobertura da citologia oncótica não foi satisfatória entre as mulheres de João Pessoa, Paraíba. A faixa etária mais avançada e as mulheres casadas ou em união estável apresentaram maior prevalência de realização do exame. DESCRITORES: Neoplasias. Neoplasias do Colo do Útero. Teste de Papanicolaou. Estudos Transversais. Epidemiologia.
Publicado
2020-03-24
Como Citar
Moreira, A. P. L., & de Carvalho, A. T. (2020). [ID 46938] TENDÊNCIA DE REALIZAÇÃO DA CITOLOGIA ONCÓTICA E FATORES ASSOCIADOS EM MULHERES DE 25 A 64 ANOS. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 24(1). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2020v24n1.46938
Seção
Pesquisa