[ID 29330] - DESIGUALDADES SOCIAIS NAS PRÁTICAS DE USO DE INSETICIDAS DOMÉSTICOS NO MUNICÍPIO DE NITERÓI – RJ

  • Jane Maia Castro Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro
  • Brani Rozemberg Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ
  • Marcia Gomide Universidade federal do Rio de janeiro - UFRJ
  • Pedro Alves Filho Secretaria Estadual de Saúde do Rio de janeiro
  • Carlos Gomide Silva Universidade federal de Viçosa

Resumo

Objetivo: Foi realizado estudo transversal com objetivo de descrever as práticas de uso de inseticidas utilizados no controle dos vetores no ambiente doméstico. Material e Métodos: Foram aplicados questionários em 122 residências no município de Niterói, na Região Oceânica em 2010. Destes, 61 foram realizados em condomínio de classe média alta e 61 em Comunidade de baixa renda. Resultados: Os resultados demonstraram que 92% do grupo Condomínio e 77,7% do grupo Colônia de Pescadores usam inseticidas. Em relação aos cuidados com manuseio de inseticidas, 62,2% dos entrevistados do Grupo Condomínio e 35,6% dos entrevistados do Grupo Colônia de Pescadores, disseram que não tomavam nenhum cuidado ao usar estes produtos. Os dados sugerem que pessoas com menor escolaridade têm mais chances de não usar adequadamente os inseticidas que são produtos potencialmente tóxicos. Conclusão: Conclui-se que aspectos relacionados ao nível educacional e local de moradia estão relacionados ao uso mais adequado de inseticidas domésticos. Descritores: Inseticidas domésticos. Meio ambiente. Saúde pública. Controle de insetos.
Publicado
2019-10-01
Como Citar
Castro, J. M., Rozemberg, B., Gomide, M., Filho, P. A., & Silva, C. G. (2019). [ID 29330] - DESIGUALDADES SOCIAIS NAS PRÁTICAS DE USO DE INSETICIDAS DOMÉSTICOS NO MUNICÍPIO DE NITERÓI – RJ. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 23(3). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n3.29330
Seção
Pesquisa