CONTRIBUIÇÕES DO MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO PARA O PROJETO EM REDE OBSERVATÓRIO DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ARTES VISUAIS.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2019v12n3.46185

Palavras-chave:

Método;, Epistemologia;, Pesquisa educacional;, Formação docente;

Resumo

O artigo discute a escolha do método cientifico nas pesquisas sobre formação docente em artes visuais. Tal tarefa requer dos pesquisadores uma escolha teórica e metodológica entre as múltiplas abordagens da pesquisa científica. Quando pesquisadores e pesquisadoras elegem o materialismo histórico dialético na investigação está assumindo uma visão de mundo, de homem e de sociedade em sua concentricidade. Pesquisar a partir da matriz teórica marxista significa adentrar nos fenômenos sociais indo além de sua imediaticidade. Como uma ciência filosófica, o materialismo histórico dialético representa no campo da pesquisa o salto fundamental de análise concreta do real e a possibilidade de ação no campo da transformação social. Defende-se assim que o projeto em rede Observatório da Formação de Professores de Artes Visuais nas suas investigações sobre arte e formação docente encontra no materialismo histórico dialético as contribuições necessárias para o desenvolvimento de suas investigações.

Palavras-chave: Método; Epistemologia; Pesquisa educacional; Formação docente.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rosana Soares, Universidade Federal do Reconcavo da Bahia, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB.

Referências

FISCHER, Ernst. A necessidade da arte. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2002.

GAMBOA, Silvio Ancízar Sanchez. Pesquisa em Educação: métodos e epistemologias. Chapecó, SC: Argos, 2007.

________. Pesquisa qualitativa: superando tecnicismos e falsos dualismos. Contrapontos - volume 3 - n. 3 - p. 393-405 - Itajaí, set./dez. 2003

GOLDMANN, Lucien. Ciências humanas e filosofia: que é a sociologia? 12. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1993.

KONDER, Leandro. Os marxistas e a arte: breve estudo histórico-crítico de algumas tendências da estética marxista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967. 243p.

LUKÁCS, Gyorgy. Marxismo e teoria da literatura. Seleção, apresentação e tradução de Nelson Coutinho. 2.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

______. Introdução a uma Estética Marxista. Sobre a categoria da particularidade. Tradução de Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. Rio de Janeiro: civilização Brasileira, 1968.

MARX, Karl. Produção, Consumo, Distribuição, Troca (Circulação) in: Introdução à Contribuição para a Crítica da Economia Política. 1859.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Cultura, arte e literatura: textos escolhidos. Tradução de Jose Paulo e Miguel Makoto Cavalcanti Yoshida. 1.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

MÉSZÁROS, Istvan. O desafio e o fardo do tempo histórico: o socialismo no século XXI. São: Boitempo, 2007. 396 p.

NETTO, JOSÉ Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

SÁNCHEZ VÁZQUEZ, Adolfo. Convite à Estética. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 1994. 139p

______.História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2007. 472 p.

SOARES, Rosana. Concepções Pedagógicas nos Currículos de Artes Visuais em Santa Catarina, 2009. Disponível em: http://tede.udesc.br/tede/tede/837

_________. A Educação Estética como Possibilidade de Emancipação dos Sujeitos no Ensino da Arte: Desdobramentos e Implicações. 355 f. il. 2015. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2015.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Como Citar

SOARES, R. CONTRIBUIÇÕES DO MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO PARA O PROJETO EM REDE OBSERVATÓRIO DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE ARTES VISUAIS. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 269–279, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.1983-1579.2019v12n3.46185. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec/article/view/ufpb.1983-1579.2019v12n3.46185. Acesso em: 21 jan. 2022.