RACISMO NA ESCOLA E A LEI 10.639/2003: algumas reflexões

  • Cinthia Nolácio de Almeida

Resumo

O presente artigo é fruto de reflexões feitas sobre um trabalho de conclusão do
Curso de Especialização em História do Brasil, realizado na Universidade
Estadual de Santa Cruz – UESC, que teve como objetivo principal analisar as
mudanças e/ou permanências no trato da diversidade racial a partir da
implementação da Lei 10.639/2003. Na pesquisa, foi utilizado como instrumento
metodológico entrevistas semiestruturadas com professores (as) que serviram
para concluir que, apesar da implementação da referida Política Afirmativa,
ocorreram poucas mudanças nas práticas pedagógicas ligadas às questões
raciais no cotidiano escolar. Assim, esse artigo objetiva socializar tais reflexões
e contribuir para a busca de uma educação e um ensino de História que sejam
efetivamente equânimes, de qualidade e inclusivos, especialmente para os(as)
negros(as).
Publicado
2016-08-16
Seção
Artigos