EDUCAÇÃO NA ERA DIGITAL: A COMPREENSÃO DOS ALUNOS SOBRE A IMPORTANCIA DAS TDICs NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Resumo

O estudo tem como objetivo levantar informações quanto ao perfil, o uso, a acessibilidade e a compreensão dos alunos sobre a importância das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) no processo de ensino-aprendizagem. A pesquisa foi realizada em três escolas estaduais localizadas em Fortaleza, com 159 estudantes do 1º ao 3º do Ensino Médio noturno, utilizando um questionário com 8 questões objetivas. Após análise, foi possível constatar que os recursos tecnológicos e suas tecnologias embarcadas, apesar do grande avanço alcançado nos últimos anos, encontram-se distantes e inacessíveis às camadas sociais menos favorecidas. Percebendo o crescimento das tecnologias móveis e da internet e, concomitantemente, a invasão dessa nova cultura digital no ambiente escolar, sugerimos que as instituições escolares necessitam desenvolver propostas de ensino baseado na apropriação dessas tecnologias, por meio de um ensino que valoriza as novas formas de comunicação, produção e compartilhamento de conhecimentos, incluindo o alunado nesse processo de ensino-aprendizagem, enquanto seres capazes de produzir conhecimentos.

 

Palavras-chave: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação. Ensino Médio noturno. Processo de ensino-aprendizagem.

Biografia do Autor

Bryan Kenneth Marques Pereira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual da Paraíba – UEPB (2013), especialista em Treinamento Desportivo pela Universidade Candido Mendes – UCAM (2014) e mestrando em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Corpo e Cultura de Movimento, vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte – GEPEC/UFRN e sócio efetivo do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte – CBCE. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando como professor efetivo nas prefeituras municipais de Patos-PB e São Mamede-PB, ambas lecionando a disciplina de Educação Física no Ensino Fundamental.

Antonio Jansen Fernandes da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduado em Educação Física pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2007), especialista em Educação Física Escolar pela Faculdades Nordeste (2009) e Treinamento Esportivo pela Universidade Estadual do Ceará (2012), mestrando em Educação Física Escolar pela UFRN. Membro do Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar - SABERES EM AÇÃO, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará IEFES/UFC, como também, membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Corpo e Cultura de Movimento, vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, GEPEC/UFRN. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase na Educação Física Escolar. Professor da rede de ensino do município de Fortaleza e da rede estadual do Ceará.

Aguinaldo Cesar Surdi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduação em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Maria (1995); Graduação em Filosofia, pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2004); Mestrado em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008) e Doutorado em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no Departamento de Educação Física. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Física (acadêmico e profissional) e Coordenador do Curso de Licenciatura em Educação Física. Experiência na área de Educação Física e Filosofia, atuando principalmente com temas relacionados ao "brincar e o se-movimentar" na escola, filosofia do movimento humano, formação continuada de professores de Educação Física e discussões relacionadas ao lazer e ao trabalho.

Referências

BAIRRAL, M. et al. Mãos em ação em dispositivos touchscreen na educação matemática. 1. ed. Rio de Janeiro: editora da UFRRJ, 2015.

BAUMAN, Z. Tempos líquidos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

BAUMAN, Z. Sobre educação e juventude. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2013.

CARDON, D. A inovação pelo uso. In: Desafios de Palavras: Enfoques Multiculturais sobre as Sociedades da Informação. França: C & F Éditions, 2005. Disponível em: <https://vecam.org/archives/article591.html>. Acessado em: 10 de ago. 2019.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL (CGI.br). Acesso às Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC). 2017. Disponível em <https://cetic.br/pesquisa/domicilios/indicadores>. Acessado em: 05 de ago. 2019.

FORQUIN, J. C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

WEARESOCIAL. Global Digital Report. 2018. Disponível em <https://digitalreport.wearesocial.com/>. Acessado em: 05 de ago. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD. Rio de Janeiro: Diretoria de Pesquisas, 2017.

LATOUR, B. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

MORAES, M. C. Subsídios para Fundamentação do Programa Nacional de Informática na Educação. Secretaria de Educação à Distância, Ministério de Educação e Cultura, Jan/1997.

MORAN, J. M. Como utilizar a Internet na educação. Ciência da Informação, Brasília, v. 26, n. 2, 1997.

NOVAIS, A. E. Experiências genuinamente digitais e a herança do impresso: o que ajuda na interação com as interfaces gráficas. In: Linguagem, tecnologia e educação. São Paulo: Peirópolis, 2010.

PEREIRA, B. T.; FREITAS, M. C. D. O uso das tecnologias da informação e comunicação na prática pedagógica da escola. Curitiba: Secretaria da Educação, 2010. Disponível em: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1381-8.pdf>. Acessado em: 05 de ago. 2019.

PETITAT, A. Produção da escola / produção da sociedade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants. MCB University Press, v. 9, n. 5, 2001. Disponível em: < https://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf>. Acessado em: 07 de ago. 2019.

RIBEIRO, A. E. et al. Linguagens, tecnologia e educação. São Paulo: Peirópolis, 2010.

TAJRA, S. F. Informática na educação: professor na atualidade. São Paulo: Érica, 1998.

TAVARES, T. A. et al. A TV digital interativa como ferramenta de apoio à educação infantil. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 15, n. 2, 2007.

Publicado
2019-12-12
Como Citar
Pereira, B. K. M., Silva, A. J. F. da, & Surdi, A. C. (2019). EDUCAÇÃO NA ERA DIGITAL: A COMPREENSÃO DOS ALUNOS SOBRE A IMPORTANCIA DAS TDICs NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM. Revista Temas Em Educação, 28(3). https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2019v28n3.47791
Seção
DOSSIÊ TEMÁTICO - CORPO, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS DIGITAIS