Fait divers: as contribuições de Roland Barthes para o jornalismo

  • Hiago Machado Reisdoerfer PPGC/UFPB

Resumo

Este artigo busca, através da leitura de textos clássicos de Roland Barthes, compreender e servir como guia para a utilização dos pressupostos metodológicos do semiólogo francês, os quais ganharam notoriedade dentro dos estudos em jornalismo e, também, do discurso narrativo contido nos produtos culturais da vida pós-moderna. Com isso, estuda-se o papel da mídia como meio de propagação de alguns dos objetos de estudo barthesianos: o estereótipo e o fait divers. Dadas suas limitações, tal pesquisa discorre a respeito das classificações, categorias e aplicabilidade dos artifícios linguísticos supracitados, para que, por fim, celebre-se a importância que o autor detém entre os estudiosos e críticos do modelo vigente de grande mídia.Palavras-chave: Fait Divers. Comunicação. Sensacionalismo. Semiologia.
Publicado
2019-03-20
Seção
Artigos