Mobilidade e ubiquidade: novas possibilidades no desenvolvimento do processo jornalístico

Sandra HENRIQUES

Resumo


O uso de dispositivos móveis e a amplitude das possibilidades de mobilidade vêm gerando novas perspectivas perante o processo informacional e comunicacional. Isto passa a ser observado no momento em que os indivíduos estão conectados o tempo todo e têm a possibilidade de produzir e compartilhar informações de forma imediata por meio de uma comunicação ubíqua. Este processo é um dos ícones da sociedade atual no que se refere aos processos comunicacionais, ampliando a circulação de informação através dos dispositivos móveis, além de mudar a relação entre as pessoas e os espaços, o que tende a alterar o desenvolvimento do processo jornalístico. A partir da perspectiva do movimento das pessoas, pode-se compreender a ruptura nos moldes do jornalismo tradicional com a possibilidade do conteúdo ser desenhado exclusivamente para uso em plena mobilidade.

DOI: 10.21204/2359-375X/ancora.v3n2p14-30


Palavras-chave


Jornalismo; Mobilidade; Ubiquidade; Métodos móveis; Comunicação.

Texto completo:

PDF

Referências


BÜSCHER et al. Mobile Methods. New York: Routledge, 2011.

CANEVACCI, Massimo. Digital Auratic Reproducibility: Ubiquitous Ethnographies and Communicational Metropolis. In An Ethnography of Global Landscapes and Corridors, 2012. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2015.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1999.

LEMOS, André. Cibercultura e Mobilidade. Comunicaciones Móviles, in Razón y Palabra, n. 41, Octubre/Noviembre 2004. México.

LEMOS, André. Cidade e Mobilidade. Telefones Celulares, funções pós-massivas e territórios informacionais. In: Matrizes, Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação, USP, ano 1, n.1, São Paulo, 2007, ISSN 1982-2073, pp.121-137.

LÉVY, Pierre. O que é o virtual? São Paulo: Editora 34, 2007.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Editora ALEPH, 2008.

JENKINS, Henry; FORD, Sam; GREEN, Joshua. Cultura da Conexão. São Paulo: Editora ALEPH, 2014.

SANTAELLA. Lucia. Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SIMMEL, Georg. Questões fundamentais da sociologia. Rio de Janeiro: Zahar Editor, 2006.

TARDE, Gabriel. A Opinião e as Massas. São Paulo: Livraria Martins Fontes Editora, 2005.

URRY, John. Mobilities. Cambridge: Polity Press, 2007.

WEISER, Mark. The Computer for th 21st Century. Scientific American, pp 94-100, set 1991. Disponível em: < http://www.ubiq.com/hypertext/weiser/SciAmDraft3.html >. Acesso em: 15 jul. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.21204/2359-375X/ancora.v3n2p14-30

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN 2359-375X | Diretórios, Indexadores e Plataformas de Avaliação |
 DOAJ - Suécia | Latindex - México | Crossref - USA/United Kingdom OLCL WorldCat - Estados Unidos | Elektronische Zeitschriftenbibliothek - Alemanha MIAR - Espanha | REDIB - Espanha
 
DAIJ - Indonésia | SHERPA/RoMEO - Inglaterra | ResearchBid - Reino Unido | Eurasian Scientific Journal Index - República do Cazaquistão | UNIVERSAL IMPACT FACTOR - Journal Impact Factor | Crosscheck | Vérsila - Brasil | USA | Directory of Research Journals Indexing - Índia | Journal TOCS - Reino Unido
 
Sumários.org - Brasil | Diadorim - Brasil | SEER | IBICT - Brasil | REVIScom - Brasil
Periódicos UFPB - Brasil | LivRe - Brasil | Biblioteke Virtual - Brasil | Google Acadêmico

     
                



   
        

ÂNCORA é uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal da Paraíba | Centro de Comunicação, Turismo e Artes | Cidade Universitária, João Pessoa - Paraíba - Brasil | CEP: 58.051-970 | E-mail: revistaancoraufpb@gmail.com

Licença Creative Commons

Este trabalho dispõe da Licença de Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.