O ARQUIVISTA NAS INSTITUIÇÕES DO PODER EXECUTIVO FEDERAL: da formação profissional às demandas do mundo do trabalho

Autores

  • Serenna Tharyne Alves de Souza UNB

Palavras-chave:

Arquivologia. Arquivista. Formação profissional

Resumo

Compreende as convergências e divergências entre as competências e habilidades requeridas ao arquivista referente ao trabalho e a disponibilização de conhecimentos arquivísticos pela Universidade de Brasília, em obras específicas da área que compõem o acervo da Biblioteca Central dessa Universidade. A partir do mapeamento dos  editais dos concursos públicos, de 2007 a 2011, para provimento de cargos de arquivistas no Poder Executivo Federal, e das referidas obras, concluímos que as demandas do mundo do trabalho requerem dos profissionais uma atuação em atividades variadas e que a universidade, por sua vez, proporciona aos seus graduandos o embasamento teórico para que essas demandas sejam supridas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Serenna Tharyne Alves de Souza, UNB

Graduanda em Arquivologia na UNB

Referências

REFERÊNCIAS

BARTALO, Linete; MORENO, Nádina Aparecida (Coord.) Gestão em Arquivologia: abordagens múltiplas. Londrina: Eduel, 2008. 186 p.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4 ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2008a. 318 p.

______, Heloísa Liberalli. Diplomática e tipologia documental. Brasília: Briquet de Lemos, 2008b. 106 p.

BRASIL. Lei 6.546, de 04 de julho 1978. Dispõe sobre a regulamentação das profissões de Arquivista e de Técnico de Arquivo, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/128373/lei-6546-78>. Acesso em: 01 mar. 2013.

CASTILHO, Ataliba Teixeira de. A sistematização de arquivos públicos. Campinas: Editora da Unicamp, 1991. 169 p.

CASTRO, Astrea de Moraes e; CASTRO, Andresa de Moraes E.; GASPARIAN, Danuza de moraes E. Castro. Arquivística = técnica, arquivogia = ciência. Brasília: Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal, 1985. 2 v.

COSTA, Larisa Candida Costa. Entre a formação e o trabalho: o arquivista diante das novas demandas sociais e organizacionais em matéria de informação. 2008. 168 f. Dissertaçao (Mestrado em Ciência da Informação) – Departamento de Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, Brasília. 2008.

COUTURE, Carol; MARTINEAU, Jocelyne; DUCHARME, Daniel. A formação e a pesquisa em arquivística no mundo contemporâneo. Brasília: Finatec, 1999. 189 p.

DICIONÁRIO BRASILEIRO DE TERMINOLOGIA ARQUIVÍSTICA. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. p. 68. Disponível em: < http://www.portalan.arquivonacional.gov.br/Media/Dicion%20Term%20Arquiv.pdf> . Acesso em: 11 out. 2013.

ESPOSEL, José Pedro. Arquivos: uma questão de ordem. Niterói, RJ: Muiraquita, 1994. 229 p.

FONSECA, Maria Odila. Arquivologia e Ciência da Informação. Rio de janeiro: FVG, 2005. 121 p.

GOMES, Francelino Araújo; HELLUY, Hamida R. Manual de arquivo e documentação. 4 ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1976. 201 p.

______. A imagem e a sombra da Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Público Estadual, 1998. 110 p.

MARQUES, Angelica Alves da Cunha. Interlocuções entre a Arquivologia nacional e a internacional no delineamento da disciplina no Brasil. 2011. 399 f. Dissertação (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2011.

MULLER, Samuel; FEITH, Joman Adrian; FRUIN, Robert. Manual de arranjo e descrição de arquivos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1960. 145 p.

OLIVEIRA, Flavia Helena de. A formação do arquivista na Universidade de Brasília frente às demandas profissionais do mercado da Capital Federal. 2010. 160 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Departamento de Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, Brasília. 2010.

PAES, Marilena Leite. Arquivo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997. 162 p.

RICHTER, Erneida Isabel Schirmer; GARCIA, Olga Maria Correa; PENNA, Elenita Freitas. Introdução à Arquivologia. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, 1997. 101 p.

RONDINELLI, Rosely Curi. Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos: uma abordagem teórica da diplomática arquivística contemporânea. 4. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2007. 158 p.

ROUSSEAU, Jean Yves; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina Arquivística. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1998. 356 p.

SANTOS, Vanderlei Batista dos. Gestão de documentos eletrônicos: uma visão arquivística. 2. Ed. Brasília: Abarq, 2002. 223 p.

SCHELLENBERG, Theodore Roosevelt. Arquivos modernos: princípios e técnicas. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1974. 345 p.

SILVA, Armando Malheiro da. Et al. Arquivística: teoria e prática de uma Ciência da Informação. 2. ed. Porto: Afrontamento, 2002.

SILVA, Zélia Lopes da (Coord). Arquivos, patrimônio e memória: trajetórias e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP, 1999. 154 p.

SOUZA, Kátia Isabelli de B. Melo de. Arquivista, visibilidade profissional: formação, associativismo e o mercado de trabalho. Brasília: Starprint, 2011. 252 p.

Downloads

Publicado

30-06-2014

Como Citar

SOUZA, S. T. A. de. O ARQUIVISTA NAS INSTITUIÇÕES DO PODER EXECUTIVO FEDERAL: da formação profissional às demandas do mundo do trabalho. Archeion Online, [S. l.], v. 2, n. 1, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/archeion/article/view/19784. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa