POR UMA IDENTIDADE AFRO-BRASILEIRA: ENSINO E VALORIZAÇÃO CULTURAL

  • Francielle Suenia da Silva Universidade Estadual da Paraíba
  • Ana Paula Alves de Moura

Resumo

No âmbito escolar, a cultura afro-brasileira ainda não é devidamente apresentada e divulgada aos alunos para que possa acontecer um processo, nesses sujeitos, de identificação e valorização da cultura afrodescendente. Leis afirmativas como a lei federal 11.645/08, é um importante incentivo para que esse processo ocorra através da educação. Aplicando essa lei ao ensino de Língua Portuguesa, mais precisamente no trabalho com Gêneros Textuais, é possível fomentar nos alunos reflexões e discussões acerca do tema. Partindo disso, este trabalho pretende analisar de que forma a temática afrodescendente está representada nas prapagandas produzidas por alunos do Ensino Médio do Projeto Literatura e Afrodescendência: o que há por trás disso? que foi financiado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - UEPB e que foi desenvolvido na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Assis Chateaubriand, localizada na cidade de Campina Grande, PB. O trabalho com o gênero textual Propaganda foi realizado com o objetivo de oferecer aos alunos muito mais que conhecer o gênero textual e trabalhar com a linguagem publicitária; o intuito era de que o aluno tivesse a oportunidade de conhecer, refletir e discutir de maneira consciente, a maneira como os afrodescendentes foram e estão sendo representados nas propagandas que são veiculadas em nossa sociedade. Além de fazê-los autores dos seus próprios textos. Como suporte teórico para este trabalho utilizaremos PCN (2000); e Sandmann (2010). Palavras chave: Ensino. Afro-brasileira. Língua.
Publicado
2013-03-01
Seção
Educação, Ações Afirmativas e Relações Etnicorraciais