CONCEIÇÃO DOS CAETANOS: MEMÓRIA E IDENTIDADE

  • Pryscilla Rodrigues Martins Universidade Cândido Mendes

Resumo

Conceição dos Caetanos é uma comunidade remanescente de quilombo – localizada no município de Tururu, a 119 quilômetros de Fortaleza – que constrói e reafirma a sua identidade através das narrativas e da memória dos mais antigos. A principal detentora da memória Da comunidade é Dona Bibiu, a matriarca da comunidade e de Caetano José da Costa, fundador da comunidade. Os relatos dos moradores sobre o ano de fixação da Comunidade nos levam a dois anos distintos, 1884 e 1887, porém sempre está associada à aquisição da terra por Caetano José, para permanência de sua família. Até a década de 1950 apenas a família habitava a localidade, porém com a seca de 1958 muitos moradores migraram para Fortaleza, permitindo assim que “pessoas de fora” habitassem a comunidade. A partir dessa permissão os casamentos deixaram de ser estritamente endogâmicos. Porém só recentemente tais relacionamentos deixaram de ser vergonhosos para a Comunidade. A década de 1980 é importante para Conceição dos Caetanos, pois assim como a década de 1950, trouxe transformações. Foi por volta de 1984 que a Comunidade teve contato com o Movimento Negro. Essa influência inseriu, no grupo, temáticas ligadas a identificação étnica. É através desse processo que surgem as comemorações do dia da Consciência Negra. Esse processo enaltece o Patrimônio Cultural da Comunidade, pois se baseia no resgate da memória e no imaginário que envolve as histórias de vida dos antepassados da Comunidade. Neste trabalho busco compreender o papel e os caminhos percorridos pela memória e pelo imaginário na recuperação, invenção e reinvenção das tradições e narrativas da Comunidade. Procuro compreender também como esse Patrimônio Cultural contribui para a construção, reafirmação e fortalecimento da identidade da Comunidade interna e externamente, e como essa identidade é encarada pela sociedade que circunda Conceição dos Caetanos.
Publicado
2013-03-01
Seção
História, Memória e Diáspora Africana