PRECONCEITO: NINGUÉM NASCE COM ELE! UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES ETNICORRACIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

  • Maria Emanuela Oliveira Cruz Universidade Estadual da Paraíba
  • Luíza Thuane Nóbrega Guedes
  • Glória Maria Leitão de Sousa Melo

Resumo

A presente análise é resultado das observações realizadas durante o período do Estágio Supervisionado IV, realizado em uma Creche e Pré-Escola localizada na cidade de Campina Grande – PB. O Estágio Supervisionado é o primeiro contato que o aluno-professor tem com seu futuro campo de atuação. Por meio da observação e da participação, o licenciando poderá refletir sobre e enxergar futuras ações pedagógicas. O Estágio é importantíssimo na formação do futuro educador, pois através dele o aluno terá seu primeiro contato com a realidade na qual atuará. Assim, sua formação tornar-se-á mais realista, pois ao unir a teoria com a prática, o aluno tem a oportunidade de utilizar tudo o que já foi estudado em uma sala de aula, com alunos “reais”. Desse modo, este trabalho é fruto de uma pesquisa de duplo caráter: Levantamento Diagnóstico e Pesquisa-Ação, já que promove intervenção (através do estágio) na realidade estudada. Os resultados que vamos apresentar neste artigo resultam dos contatos iniciais com o campo (alunos, professores e funcionários da instituição), a partir da observação e das conversas realizadas. Os instrumentos para coleta de dados foram estruturados a partir da leitura e análise de uma série de documentos nacionais e internacionais e uma pesquisa bibliográfica sobre o tema. A pesquisa viabilizará a identificação dos obstáculos e barreiras existentes para a implementação da Lei 10.639/03, imprescindível para construção de uma educação orientada pelo respeito a diferença desde a educação infantil. Acreditando que, criança alguma nasce com preconceito dentro de si, atitudes preconceituosas são construídas socialmente e cabe a nós, professores, lutarmos na construção de cidadãos mais “humanos” e conscientes. PALAVRAS-CHAVE: Lei 10.639/03. Educação Infantil. Relações Etnicorraciais.

Biografia do Autor

Maria Emanuela Oliveira Cruz, Universidade Estadual da Paraíba
Graduanda do Curso de Pedagogia pela Universidade Estadual da Paraíba. Campina Grande, Campus I.
Publicado
2013-03-01
Seção
Iniciação Científica