CINEMA E EDUCAÇÃO: UMA ANÁLISE DA CONTRIBUIÇÃO DO FILME “HOMENS DE HONRA” PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ETNICORRACIAIS EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE – PB

  • Acácia Silva Alcantara Universidade Estadual da Paraíba -UEPB
  • Maria Emanuela de Oliveira Cruz
  • Cristiane Maria Nepomuceno

Resumo

Acacia Silva Alcantara – Graduanda Pedagogia/UEPB Maria Emanuela de Oliveira Cruz – Graduanda Pedagogia/UEPB Cristiane Maria Nepomuceno – Orientadora/UEPB Desde a promulgação da Lei 10.639/03 - que torna obrigatório o ensino da história e cultura africana e afrobrasileira em toda educação básica - as escolas e mais especificamente os professores, tem enfrentado o desafio de contribuir de forma satisfatória com o ensino determinado pela Lei e consequentemente promover a reeducação das relações etnicorraciais no ambiente escolar. No entanto, o principal obstáculo encontrado por estes docentes para a realização do mesmo, é a dúvida existente sobre a melhor metodologia a ser utilizada e os conteúdos a serem trabalhados, pois, as escolas possuem uma boa qualidade de material didático e paradidático, mas os professores não sabem como utilizá-los. Nesse sentido, apresentamos aqui, o cinema como uma perspectiva metodológica para a aplicação da Lei 10.639/03 nas séries iniciais, analisando a contribuição do filme “Homens de Honra” para a educação destas relações. Os resultados que vamos apresentar neste artigo resultam de uma pesquisa realizada em uma escola municipal de Campina Grande – PB que objetivou observar o fazer docente referente ao 13 de Maio alusivo a “Abolição da Escravatura”. A pesquisa viabilizou a contribuição do cinema como uma forma de tornar o processo de ensino-aprendizagem mais prazeroso de modo a promover um maior envolvimento de todo corpo discente. Acreditando que, o uso desta arte visual irá facilitar uma maior e melhor aprendizagem para os mesmos. PALAVRAS-CHAVE: Cinema. Educação das Relações Etnicorraciais. Lei 10.639/03

Biografia do Autor

Acácia Silva Alcantara, Universidade Estadual da Paraíba -UEPB
Graduanda do Curso de Licenciatura em Pedagogia, ano 2009.2, ingressa pela Universidade Estadual da Paraíba, sendo participante do PROPESQ/PIBIC no Projeto: AFRICANIDADES E AFROBRASILIDADES REPRESENTADAS NA LEI 10.639/03 NO CURSO DE FORMAÇÃO DOCENTE, EM ESCOLAS QUILOMBOLAS E DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DE CAMPINA GRANDE- PB CURRÍCULO, PRÁTICA PEDAGÓGICA E FORMAÇÃO DOCENTE.
Publicado
2013-03-01
Seção
Iniciação Científica