SELEÇÃO E AVALIAÇÃO DE COLEÇÕES DE DADOS DIGITAIS DE PESQUISA: uma possível abordagem metodológica

  • Luana Farias Sales Comissão Nacional de Energia Nuclear/Instituto de Engenharia Nuclear
  • Márcia Teixeira Cavalcanti Instituto de Engenharia Nuclear

Resumo

A área de Ciências Nucleares, assim como diversos outros domínios científicos, produz intensivamente uma diversidade de dados de pesquisa, que vão desde resultados de experimentos até dados gerados a partir de simulações, como, por exemplo, os originados de pesquisas em realidade virtual e inteligência artificial. Este fato vem sendo evidenciado no âmbito do Instituto de Engenharia Nuclear (IEN), uma unidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) do Brasil. Apesar das especificidades da área Nuclear o problema de identificação, coleta e seleção dos dados de pesquisa é um desafio que se apresenta em qualquer domínio ou instituição que queira iniciar um projeto de curadoria de dados científicos. Neste sentido, uma questão que se coloca neste contexto é como identificar os dados de pesquisas produzidos dentro de uma instituição de pesquisa científica? Sendo assim, o artigo objetiva apresentar uma possível abordagem metodológica, aplicada no IEN, que se acredita ser possível replicar em qualquer instituição de pesquisa um caminho metodológico possível dentre outros, sendo indicada sua aplicação em instituições nas quais ainda não exista um plano de gestão de dados (PGD).

Referências

ABBOT, Mark R. Um novo caminho para a ciência? In: HEY, Tony; TRANSLEY, Stewart; TOLLE, Kristin (orgs). O quarto paradigma: descobertas científicas na era da eScience. São Paulo, Oficina de Textos, 2011.

BEAGRIE, Neil. Digital Curation for Science, Digital Libraries, and Individuals. The International Journal of Digital Curation, n.1, v.1, 2006.

BEAGRIE, Neil; LAVOIE, Brian; WOOLLARD, Matthew. Keeping Research Data Safe 2. London: JISC, 2010. Disponível em: <http://www.webarchive.org.uk/wayback/archive/20140615221405/http://www.jisc.ac.uk/media/documents/publications/reports/2010/keepingresearchdatasafe2.pdf>. Acesso em: 10 mar 2016.

BELL, Gordon. Prefácio. In: HEY, Tony; TRANSLEY, Stewart; TOLLE, Kristin (orgs). O quarto paradigma: descobertas científicas na era da eScience. São Paulo, Oficina de Textos, 2011.

DIGITAL Curation Centre (DCC). What is digital curation? Disponível em: <http://www.dcc.ac.uk/digital-curation/what-digital-curation> Acesso em: 10 mar 2016.

FOX, Peter; HENDLER, James. eScience semântica: o significado codificado na próxima geração de ciência digitalmente aprimorada. In: HEY, Tony; TRANSLEY, Stewart; TOLLE, Kristin (orgs). O quarto paradigma: descobertas científicas na era da eScience. São Paulo, Oficina de Textos, 2011.

GRAY, Jim. Jim Gray on eScience: A Transformed Scientific Method. Based on the transcript of a talk given by Jim Gray to the NRC-CSTB1 in Mountain View, CA, on January 11, 2007. In: HEY, Tony; TRANSLEY, Stewart; TOLLE, Kristin (orgs). The Fourth Paradigm. Data-Intensive Scientific Discovery. Redmond, WA: Microsoft Research, 2009. 284pp.

HARVEY, Ross. Selection and Appraisal. In: ROSS, S.; DAY, M. (ed.). DCC Digital Curation Manual, 2007. Disponível em: <http://www.dcc.ac.uk/resource/curation-manual/chapters/appraisal-and-selection> Acesso em: 10 mar 2016.

HARVEY, Ross. Digital Curation: a how-to-do-it manual. New York: Neal-Schuman, 2010.

MARQUES, Fabrício. Ciência transparente. Revista FAPESP, abril, 2014.

MARTÍNEZ-URIBE, Luis; MACDONALD, Stuart. Un nuevo cometido para los bibliotecarios académicos: data curation. El profesional de la información, maio./jun., v.17, n.3, p.273-280, 2008.

PIERCE-MOSES, Richard. A Glossary of Archival and Records Terminology. Chicago: Society of American Archivists, 2005.

SALES, Luana Farias. Integração semântica de publicações científicas e dados de pesquisa: proposta de modelo de publicação ampliada para a área de ciências nucleares. Rio de Janeiro, 2014. Tese (Doutorado em Ciência da Informação). Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

SAMPAIO, Paulo B. Presentation. IEN Progress Report, 2013-2014, n.2, 2015.

SAYÃO, Luis Fernando, SALES, Luana Farias. Guia de Gestão de Dados de Pesquisa para Bibliotecários e Pesquisadores. Rio de Janeiro: CNEN/IEN, 2015.

Sustainable Economics for a Digital Planet. Ensuring Long-Term Access to Digital Information. Final Report of the Blue Ribbon Task Force on Sustainable Digital Preservation and Access. February 2010.

TOLLE, Kristin; TANSLEY, Stewart; HEY, Tony (orgs). Jim Gray e a eScience: um método científico transformado. In: HEY, Tony; TRANSLEY, Stewart; TOLLE, Kristin (orgs). O quarto paradigma: descobertas científicas na era da eScience. São Paulo, Oficina de Textos, 2011.

U.S. National Archives and Records Administration. Strategic Directions: Appraisal Policy. 15 maio 2007. Disponível em: <http://www.archives.gov/records-mgmt/initiatives/appraisal.html> Acesso em: 10 mar 2016.

Publicado
2017-05-10
Seção
ARTIGOS DE PESQUISA