Uma análise das relações entre a qualidade da informação e big data

  • Priscila Basto Fagundes Universidade Federal de Santa Catarina http://orcid.org/0000-0002-9461-311X
  • Douglas Dyllon Jeronimo de Macedo Universidade Federal de Santa Catarina
  • Moisés Lima Dutra Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

A gestão da qualidade sempre foi considerada uma atividade crítica durante o processo de gerenciamento dos dados e da informação. Com o advento dos ambientes big data, caracterizados pelos grandes volumes de dados e vasta variedade e complexidade, a forma como os dados eram gerenciados e transformados em informação precisaram sofrer adaptações de maneira a assegurar a qualidade, melhorar a disponibilidade e suas formas de representação. Este artigo tem como objetivo apresentar uma análise das relações existentes entre os critérios de avaliação da qualidade da informação referentes a acessibilidade, suficiência, credibilidade, completeza, representação concisa, representação consistente, facilidade de operação, exatidão, interpretabilidade, objetividade, relevância, reputação, segurança, atualidade, compreensibilidade e os aspectos que caracterizam os sistemas que envolvem o conceito de big data, identificados como volume, variedade, velocidade, veracidade, valor, variabilidade e visualização. Esta análise pretende fornecer um embasamento teórico acerca dos temas e colaborar com pesquisas que visam a proposição de modelos para avaliação da qualidade da informação específicos para ambientes big data. A partir da análise realizada, foi possível verificar a existência de relações entre os critérios da qualidade da informação que fizeram parte do estudo e os aspectos do big data, bem como a necessidade de que os modelos propostos contemplem as características desses ambientes para serem considerados eficientes. Esta pesquisa é identificada como bibliográfica de caráter exploratório, uma vez que foi realizado um estudo acerca dos conceitos relacionados a big data e qualidade da informação, e quanto a sua natureza é considerada uma pesquisa básica, pois objetiva a geração de novos conhecimentos que sejam úteis para o avanço da ciência, sem aplicação prática prevista.

Biografia do Autor

Priscila Basto Fagundes, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação PGCIN/UFSC
Douglas Dyllon Jeronimo de Macedo, Universidade Federal de Santa Catarina
Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação PGCIN/UFSC
Moisés Lima Dutra, Universidade Federal de Santa Catarina
Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação PGCIN/UFSC

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Fundamentos da ciência da informação: correntes teóricas e o conceito de informação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, n. 1, 2014, p. 57-79. Disponível em: <http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc>. Acesso em: 10 mar. 2017.

AROUCK, Osmar. Atributos de qualidade da informação. In: XII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 12., 2011, Brasília. Anais eletrônicos... Brasília, 2011. Disponível em: <http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/enancibXII/paper/view/874>. Acesso em: 25 maio 2017.

CALAZANS, Angélica Toffano Seidel. Qualidade da informação: conceitos e aplicações. Transinformação, v. 20, n. 1, 2008, p. 29-45. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tinf/v20n1/03.pdf>. Acesso em: 3 mar. 2017.

ERL, Thomas; KHATTAK, Wajid; BUHLER, Paul. Big Data Fundamentals: Concepts, Drivers & Techniques. Boston: Prentice Hall, 2016.

FURLAN, Patricia Kuzmenko; LAURINDO, Fernando José Barbin. Agrupamentos epistemológicos de artigos publicados sobre big data analytics. Transinformação, v. 29, n. 1, 2017, p. 91-100. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tinf/v29n1/0103-3786-tinf-29-01-00091.pdf>. Acesso em: 21 abr. 2017.

GANDOMI, Amir; HAIDER, Murtaza. Beyond the hype: Big data concepts, methods, and analytics. International Journal of Information Management, v. 35, n. 2, 2015, p. 137–144. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1016/j.ijinfomgt.2014.10.007>. Acesso em 21: abr. 2017.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

KAISLER, Stephen et al. Big Data: Issues and Challenges Moving Forward. In: XLVI HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEM SCIENCES, 46., Maui, 2013. Anais eletrônicos... Maui, 2013. Disponível em: <https://www.computer.org/csdl/proceedings/hicss/2013/4892/00/4892a995.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2017.

LEE, Yang W. et al. AIMQ: A methodology for information quality assessment. Information and Management, v. 40, n. 2, 2002, p. 133-146. Disponível em: <http://mitiq.mit.edu/Documents/Publications/TDQMpub/2002/AIMQ.pdf>. Acesso em: 20 maio 2017.

LOPES, Ilza Leite. Novos paradigmas para avaliação da qualidade da informação em saúde recuperada na Web. Ciência da Informação, v. 33, n. 1, 2004, p. 81-90. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1071/1165>. Acesso em: 13 maio 2017.

LUKOIANOVA, Tatiana; RUBIN, Victoria L. Veracity roadmap: Is big data objective, truthful and credible? Advances in Classification Research Online, v. 24, 2014, p. 4-15. Disponível em: <http://journals.lib.washington.edu/index.php/acro/article/view/14671/12311>. Acesso em: 21 abr. 2017.

MCAFEE, Andrew; BRYNJOLFSSON, Erik. Big Data. The management revolution. Harvard Buiness Review, v. 90, n. 10, 2012 p. 61–68. Disponível em: <https://hbr.org/2012/10/big-data-the-management-revolution>. Acesso em: 22 abr. 2017.

NEHMY, Rosa Maria Quadros; PAIM, Isis. A desconstrução do conceito de “qualidade da informação”. Ciência da Informação, v. 27, n. 1, 1998, p. 36–45. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v27n1/05.pdf>. Acesso em: 28 mar. 2017.

PAIM, Isis et al. Problematização do conceito "Qualidade" da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, 1996, p. 111–119. Disponível em <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/8/27>. Acesso em: 30 mar. 2017.

RIBEIRO, Claudio José Silva. Big Data: os novos desafios para o profissional da informação. Informação & Tecnologia, v. 1, n. 1, 2014, p. 96–105. Disponível em: <http://periodicos.ufpb.br/index.php/itec/article/view/19380/11156>. Acesso em: 19 abr. 2017.

SOMASUNDARAM G Siva.; SHRIVASTAVA Alok. Armazenamento e Gerenciamento de Informações: Como armazenar, gerenciar e proteger informações digitais. Porto Alegre: Bookman, 2011. 472p.

VALENTE, Nelma T. Zubek; FUJINO, Asa. Atributos e dimensões de qualidade da informação nas Ciências Contábeis e na Ciência da Informação: um estudo comparativo. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 21, n. 2, 2016, p. 141–167. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/2530/1761>. Acesso em: 16 mar. 2017.

VIANNA, William Barbosa; DUTRA, Moisés Lima; FRAZZON, Enzo Morosini. Big data e gestão da informação: modelagem do contexto decisional apoiado pela sistemografia. Informação & Informação, v. 21, n. 1, 2016, p. 185. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/23327/18993>. Acesso em: 21 abr. 2017.

ZIKOPOULOS, Paul. et al. Understanding Big Data: Analytics for Enterprise Class Hadoop and Streaming Data. New York: McGraw-Hill, 2012.

Publicado
2018-10-20