Humanidades Digitais na Fundação Casa De Rui Barbosa: um estudo aplicado de seu conceito

  • Ana Ligia Silva Medeiros Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
  • Luziana Jordão Lessa Trézze Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
  • Tiago Pinto Leite Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
  • Elisete de Sousa Melo Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
  • Andrea Carvalho de Oliveira Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
  • Mariana Franco Teixeira Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)

Resumo

A apropriação das tecnologias pelas humanidades proporcionou às discussões para o desenvolvimento de um campo emergente denominado Humanidades Digitais. Neste contexto, a Fundação Casa de Rui Barbosa, por meio do Centro de Memória e Informação, dissemina seu acervo memorial e institucional a partir do uso de tecnologias. Este artigo objetiva verificar como a Fundação implementa o conceito de Humanidades Digitais. Para isto, foi realizado uma pesquisa bibliográfica a fim de definir e caracterizar o campo de Humanidades Digitais. Trata-se de um estudo de caso que verificou os produtos oferecidos pela Fundação para disseminação de conteúdo que utilizam tecnologias. Percebe-se que as iniciativas de instituições de memória e pesquisa ligadas às Humanidades Digitais, como a Fundação, são importantes para consolidação desse novo campo, pois promove o acesso, preservação, criação de novos conhecimentos e inovação tecnológica. O laboratório de Humanidades Digitais, do Centro de Memória e Informação, vem desenvolvendo pesquisas e ações voltadas para implementar uma cultura digital junto aos pesquisadores da instituição nos campos relacionados às ciências sociais, ciências sociais aplicadas e ciências humanas, possibilitando a aplicação e a ampliação do significado de Humanidades Digitais para a sociedade. Dessa forma, a Fundação pretende levantar discussões e contribuir para a construção de um conceito em Humanidades Digitais.

Biografia do Autor

Ana Ligia Silva Medeiros, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Doutora e Mestre em Ciência da Informacão pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em convênio com o IBICT. Bibliotecária formada pela UNIRIO e Arquivista provisionada. Diretora do Centro de Memória e Informação, da Fundação Casa de Rui Barbosa. Foi Diretora do Centro de Coleções e Serviços ao Leitor (CCSL), da Fundação Biblioteca Nacional. Foi Superintendente de Bibliotecas do Estado do Rio de Janeiro (2004-2009). Dirigiu a Biblioteca do Estado do Rio de Janeiro e foi Diretora do Departamento de Bibliotecas (1987- 2000). Chefe da Biblioteca Mário Hentique Simonsen, da Fundação Getúlio Vargas (2000-2001). Presidente da Comissão de Digitalização da Fundação Biblioteca Nacional (2001-2002). Foi Vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura do Rio de Janeiro. Foi membro do Conselho Diretor da Fundação Nacional do livro Infantil e Juvenil. Funcionária concursada da Fundação Casa de Rui Barbosa. Possui diversos trabalhos publicados. Escreveu o livro de contos Persona.Tem experiência na área de Planejamento, implantação e gestão de Bibliotecas e de Redes, Organização de Eventos, Pesquisa em Biblioteconomia, Bibliotecas e Repositórios Digitais.
Luziana Jordão Lessa Trézze, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) no ano de 2011. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PPGB). Trabalha na Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) na Coordenação do RUBI, Repositório de Informações Culturais e na gestão do respectivo contrato. É Assistente editorial do Periódico eletrônico Memória e Informação da FCRB. Participa do Grupo de Pesquisa "A representação descritiva no Brasil" e do Grupo de Pesquisa de "Tecnologias e Comunicação em Instituições de Memória (GPTICIM)". Atua em comissões de Tecnologia da Informação e elaboração de Manual de Procedimentos. Possui experiência na área de Bibliotecas digitais, Repositórios digitais, Curadoria digital e Tecnologia da informação.
Tiago Pinto Leite, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Mestre em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Bacharel em Biblioteconomia pela UNIRIO. Bolsista do Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área da Cultura da FCRB, pelo projeto Coleções digitais: ampliação e qualificação do acesso aos acervos memoriais da FCRB . Participou da Comissão de Elaboração do Manual de Normalização de Trabalhos Acadêmicos do Instituto de Informação Científica e Tecnológica em Saúde, como colaborador. Bibliotecário do SENAI. Segue uma linha de estudos voltada para repositórios institucionais.
Elisete de Sousa Melo, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO (2015). Especialista em Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE/CRIE (2005), especialização em Docência para o Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes (2002), graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1998) e graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1984). Atualmente é bolsista do Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área da Cultura da Fundação Casa de Rui Barbosa - FCRB, pelo projeto Coleções digitais: ampliação e qualificação do acesso aos acervos memoriais da FCRB . Atuou como consultora de Gestão do Conhecimento pela Accenture do Brasil na Petrobras em implantação de Comunidades de Prática. Áreas de interesse: Auditoria em documentação contratual, Gestão do Conhecimento e Informação (comunidades de prática (CoP), taxonomia, tesauro, glossário, mapa conceitual, análise de redes sociais), Biblioteconomia e Ciência da Informação.
Andrea Carvalho de Oliveira, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela UFF - Universidade Federal Fluminense (1996-2003). Mestre em Biblioteconomia (UNIRIO). Bolsista da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). Desde 2004 é colaboradora de Koinonia Presença Ecumênica e Serviço. Tem experiência na área de Biblioteconomia, com ênfase em pesquisa, atuando principalmente nos seguintes temas: Memória, Organização e Representação do conhecimento dos povos e comunidades negras tradicionais.
Mariana Franco Teixeira, Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)
Possui graduação em Licenciatura Plena em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/FFP). Possui especialização em História e Cultura no Brasil pela Universidade Candido Mendes (UCAM). Atualmente está cursando bacharelado em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e é mestranda em História Política pelo Programa de Pós-graduação em História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É bolsista pelo CNPq do projeto de pesquisa Coleções Digitais: ampliação e qualificação do acesso aos acervos memoriais da Fundação Casa de Rui Barbosa. É membro do Grupo de Pesquisa de Tecnologias e Comunicação em Instituições de Memória (GPTICIM), é membro do Projeto Manchetômetro, do Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP), e é membro do corpo editorial da Revista Dia-Logos. Atua nas áreas de história institucional e história política, com ênfase em Segundo Reinado. Também tem interesse nas áreas de história militar, defesa e estratégia, história cultural, música, memória e patrimônio e ciência da informação.

Referências

REFERÊNCIAS

ALMEIDA, Marco Antônio de; DAMIAN, Ieda Pelógia Martins. Humanidades Digitais: um campo praxiológico para mediações e políticas culturais?. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015, João Pessoa. Anais... João Pessoa: UFPB, 2015. Disponível em: <http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/handle/123456789/2838>. Acesso em: 27 maio 2017.

BRAYNER, Aquiles. Humanidades Digitais: um breve histórico. Texto desenvolvido para o Grupo de Pesquisa de Tecnologia de Informação e Comunicação em Instituições de Memória. FCRB, 2017.

CIANCONI, Regina de Barros. Requisitos mínimos para gerenciamento e recuperação de textos e imagens. Ciência da Informação, v.23, n.2, p. 249-253, maio/ago. 1994. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/553/553>. Acesso em: 25 jul. 2017.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. [Portal]. Disponível em: <http://www.casaruibarbosa. gov.br/>. Acesso em: 22 set. 2017.

GALINA RUSSELL, Isabel. ?Qué són las humanidades digitales?. Revista Digital Universitaria, v. 12, n. 7, jul. 2011. Disponível em: <http://eprints.rclis.org/19368/1/037-043-Rz-Yunta-Humanidades-digitales.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2017.

GONDAR, Jô. Memória individual, memória coletiva, memória social. Morpheus - Revista Eletrônica em Ciências Humanas. Rio de Janeiro, ano 08, n. 13, 2008.

KOH, Adeline. A letter to the humanities: dh will not save you. 2015 Disponível em: <http://www.digitalpedagogylab.com/hybridped/a-letter-to-the-humanities-dh-will-not-save-you/>. Acesso em: 20 maio 2017.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. São Paulo: Editora da Unicamp, 1990.

MEIRELLES, R.F. Implementação da Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal no Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas – SEER. In: ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Proceedings... Salvador: CINFOR, 2005. Disponível em: <http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/_repositorio/2009/11/pdf_8fb6a55074_0006724.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2017.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares. Projeto História. São Paulo, v. 10, p. 7-28, dez. 1993.

PIMENTA, R. M. Os objetos técnicos e seus papéis no horizonte das Humanidades Digitais: um caso para a ciência da informação. Revista Conhecimento em Ação, v. 1, n. 2, 2016. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/brapci/v/a/23535>. Acesso em: 20 maio 2017.

PRIMO, Alex Fernando Teixeira; RECUERO, Raquel da Cunha. Hipertexto Cooperativo: uma análise da escrita coletiva a partir dos blogs e da wikipédia. Revista da FAMECOS, n. 23, p. 54-63, dez. 2003.

SANTAREM SEGUNDO, Jose Eduardo. Web semântica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do Brasil frente às iniciativas internacionais. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 8, n. 2, jul./dez. 2015.

SANTOS, R. N. R.; NEVES, D. A. L. B.; FREIRE, I. M. Organização da informação em blogs: análise do uso de etiquetas no blog de olho na ci. Ponto de Acesso, v. 11, n. 1, 201710.9771/rpa.v11i1.21438. DOI:10.9771/rpa.v11i1.21438. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/brapci/v/a/23510>. Acesso em: 27 Jul 2017.

SILVA, Cicero Inacio da; ALMEIDA, Jane de; HOOPER, Silvana Seabra. As Humanidades Digitais e as novas formas de disseminação do conhecimento. Lumina, v. 10, n. 2, 2016. Disponível em:<https://lumina.ufjf.emnuvens.com.br/lumina/article/view/581>. Acesso em: 11 junho de 2017.

THATCAMP. Manifesto das Humanidades Digitais. ThatCamp [The Humanities and Technology Camp]. Paris: 2011. Disponível em: <http://tcp.hypotheses.org/category/manifeste>. Acesso em: 24 jun. 2017.

RODRÍGUEZ-YUNTA, Luis. Humanidades digitales, ¿una mera etiqueta o un campo por el que deben apostar las ciencias de la documentación?. Anuario ThinkEPI, v. 7, p. 37-43, 2013. Disponível em: <https://recyt.fecyt.es/index.php/ThinkEPI/article/view/30327/15923>. Acesso em: 25 maio 2017.

SANTAREM SEGUNDO, Jose Eduardo. Web semantica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do Brasil frente às iniciativas internacionais. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015, João Pessoa. Anais... João Pessoa: UFPB, 2015. Disponível em: <http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/handle/123456789/2/browse?value=SANTAREM+SEGUNDO%2C+Jose+Eduardo&type=author>. Acesso em: 27 maio, 2017.

______; SEGUNDO, J. E. S. Europeana no linked open data: conceitos de web semântica na dimensão aplicada das Humanidades Digitais. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 22, n. 48, 2017. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/brapci/v/a/22274>. Acesso em: 27 maio 2017.

SILVA, Cicero Inacio da; ALMEIDA, Jane de; HOOPER, Silvana Seabra. As Humanidades Digitais e as novas formas de disseminação do conhecimento. Lumina, v. 10, n. 2, ago. 2016. Disponível em: <https://lumina.ufjf.emnuvens.com.br/lumina/article/view/581>. Acesso em: 10 maio.

Publicado
2018-10-20