ESPIRITUALIDADE E CULTURA ORGANIZACIONAL: um estudo de caso na Faculdade Imaculada Conceição do Recife

Autores

  • José Maria Queiroz Lucas UNFBV

Resumo

O artigo buscou identificar como a espiritualidade se apresenta na cultura organizacional da Faculdade Imaculada Conceição do Recife (FICR), segundo o Modelo de Rego, Cunha e Souto (2005). Procedeu-se a uma pesquisa qualitativa e descritiva, do tipo estudo de caso, onde foram analisados os dados primários e secundários da instituição. Pelos dados analisados, foi possível identificar e comprovar que a organização pesquisada, não só tem a intenção de praticar a espiritualidade em seu ambiente de trabalho, como tem as dimensões da espiritualidade como característica inerente à sua cultura organizacional e intrínseca a suas práticas e processos diários. Essa característica é notada pelos gestores e colaboradores da instituição. Pôde-se, desta forma, constatar que tanto os elementos individuais como os elementos corporativos da espiritualidade estão presentes na cultura organizacional da FICR. Quanto aos colaboradores, a percepção da espiritualidade no ambiente de trabalho coincide com a visão dos gestores e é convergente com a cultura organizacional registrada e praticada por ambos. Assim, pode-se identificar que tanto gestores quanto colaboradores procuram, de forma colaborativa e com o mesmo interesse, praticar as dimensões da espiritualidade ilustradas por Rego, Cunha e Souto, (2007).

 

Palavras-chave: Espiritualidade. Cultura organizacional. Dimensões da espiritualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-13

Edição

Seção

Pesquisas científicas