Base Qualis e a indução do uso de periódicos da área de Psicologia.

  • Maria do Carmo Moreira Jacon
Palavras-chave: Periódico científico, Pós-Graduação, Base Qualis, Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Resumo

A presente pesquisa, de natureza exploratória, visa verificar se a base Qualis, uma vez implementada, induziu o uso dos periódicos nela melhor classificados, especialmente periódicos de conceito A, de abrangência nacional. Para tal objetivo, definiu-se como objeto de estudo periódicos Qualis da área de Psicologia e, como contexto, o Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. O universo pesquisado constou de uma amostra de teses e dissertações defendidas no período 1997-2002 e de uma população de mestrandos e doutorandos matriculados no referido Programa. Os procedimentos metodológicos empregados foram as técnicas de análise de citação e de aplicação de questionário. A análise dos resultados revelou que a atribuição de conceito máximo não induz necessariamente ao uso efetivo. Conclui-se, a partir desse fato, que o consenso (avaliação pelos pares) que fundamenta a base Qualis e que é empreendido na classificação de periódicos científicos da área de Psicologia, não se reflete no consenso dos segmentos (docentes e discentes) do Programa analisado. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2008-01-18
Seção
Resumos de artigos científicos