A ciência e o novo estado do conhecimento: a contribuição da Ciência da Informação

  • Raimundo Nonato Macedo dos Santos
  • Regiane Alcântara-Eliel
  • Oscar Eliel
Palavras-chave: Ciência da Informação, Produção do Conhecimento, Sistemas de Recuperação da Informação

Resumo

Em face do novo estado do conhecimento, marcado basicamente pela sua despersonalização, credibilidade e fragmentação - decorrência do aumento vertiginoso do volume de informação e do conhecimento existente -, a Ciência da Informação, cujo objeto de estudo é a informação, contribui para a produção do conhecimento científico. Seu objetivo é pesquisar e desenvolver processos e técnicas, apropriando-se de tecnologias de informação, das teorias da cognição e do conhecimento para que a informação produza os efeitos desejados: buscar garantir a apreensão de sentido ou de mudança de estado de consciência em seu significado, ou seja, o conhecimento. Concretiza-se, assim, o caráter social da ciência. Refletindo sobre os fundamentos da Ciência da Informação, pretende-se demonstrar que as operações de construção, comunicação e uso que se processam sobre o seu objeto de estudo materializam-se em sistemas de recuperação de informação. Na prática, tais sistemas consistem em colocar em correspondência uma representação de necessidade de um pesquisador, de uma comunidade científica, com uma representação do conteúdo dos documentos, por meio de uma função de comparação que avalia a pertinência e a relevância dos documentos, de forma que as informações recuperadas representem o estado da arte do conhecimento científico em determinado campo do conhecimento. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2007-07-08
Seção
Resumos de artigos científicos