A formação do sujeito social a partir do desencaixe das fontes de informação

  • Boaz Antonio de Vasconcelos Lopes
Palavras-chave: Sujeito social, Sistemas simbólicos, Globalização, Fontes de informação

Resumo

Aborda as mudanças impostas aos sujeitos na modernidade, principalmente com o advento da globalização. Enfatiza que se os processos que regulam a comunicação humana estão mudando, também, o sujeito - enquanto forma psíquico-simbólica - que por ventura tenha se consolidado no projeto da modernidade, provavelmente, já não é mais o mesmo. Dos fenômenos da globalização econômica e simbólica, analisa, principalmente as conseqüências, para a clássica noção do sujeito social, do desencaixe entre o lugar onde acontecem os principais fenômenos sociais e o lugar onde este sujeito se encontra quando percebe estes fenômenos, assim como, as implicações das transformações dos vários mecanismos sócio-tecnológicos e informacionais que, cada vez mais, passaram a mediar esses dois extremos. A perspectiva de análise da relação entre a globalização e o papel dos novos sistemas simbólicos de comunicação tem como fundamento a tese de que: o desencaixe dos processos informacionais contemporâneos vem gerando novos sujeitos sociais na forma de outras identidades, relações e papeis. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2007-07-08
Seção
Resumos de artigos científicos