Representação e memória no ciberespaço

  • Silvana Drumond Monteiro
  • Ana Carelli
  • Maria Elisa Pickler
Palavras-chave: Ciberespaço, Memória, Representação, Semiótica, Tecnologias da informação e comunicação

Resumo

Sendo a memória objeto de estudo de várias áreas e possuindovários atributos, a categoria “preservação” é a mais utilizadapela ciência da informação no tocante à compreensão desseobjeto. Entretanto, no ciberespaço, a preservação parece nãoestar muito fortemente ligada à inteligibilidade da memória, emfunção da desterritorialização do signo e do saber em fluxo.Assim, foram elencadas algumas categorias filosóficas de estudoque pudessem explicar a mudança de natureza da memória nociberespaço, privilegiando, neste artigo, a “representação”, por considerar a memória sempre uma escrita, seja interna ouexterna, portanto, uma construção simbólica e virtual. Deacordo com discussões preliminares, a memória virtual nociberespaço, de uma maneira geral, estaria mais ligada aopensamento (memória biológica), à produção sígnica demúltiplas semióticas e aos esquecimentos do que àspossibilidades físicas de conservação da produção humana,como nos registros impressos, embora seja um novo tipo dememória em constituição, dada a sua espacialidade e anatureza de sua representação. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2007-07-16
Seção
Resumos de artigos científicos