Pasta do professor: o uso de cópias nas universidades de Salvador

  • Flavia Goulart Mota Garcia Rosa
Palavras-chave: Universidades e faculdades – fontes de informação, Atividade editorial, Direitos autorais

Resumo

ROSA, Flavia Goulart Mota Garcia. Pasta do professor: o uso de cópias nas universi-dades de Salvador. Salvador, 2006. 179f. il. Dissertação (Mestrado em Ciência da In-formação) – Universidade Federal da Bahia, Instituto de Ciência da Informação, 2006. Orientadora: Profa. Dra. Nanci Oddone. A pesquisa, do tipo exploratória survey, visa analisar a prática do uso de cópias no am-biente universitário, a partir da indicação de fontes de informação pelo professor, como apoio às disciplinas ministradas e disponíveis na Pasta do professor. Para tanto, selecio-nou-se as quatro universidades constituídas na cidade de Salvador, sendo duas públicas – UFBA e UNEB – e duas privadas – UCSAL e UNIFACS. Destas instituições, a popu-lação escolhida para aplicação do instrumento de coleta de dados foram os professores das disciplinas do primeiro semestre letivo, do Curso de Administração de Empresas, por ser esse o Curso com maior número de alunos matriculados e possuírem o mesmo perfil nas quatro Instituições além de iniciar no primeiro semestre letivo. Foram enca-minhados 21 questionários e 20 respondentes devolveram os questionários devidamente preenchidos. Tais questionários correspondem ao número de professores das disciplinas, população desta pesquisa. Com relação à análise quantitativa dos dados, utilizou-se o SPSS, software indicado para processamento de dados estatísticos. Para as duas ques-tões abertas, considerou-se os procedimentos de leitura, valendo-se das dimensões cog-nitivas e da categoria da compreensão inferencial, tratadas por Barret, que leva em con-ta, idéias e informações explicitamente contidas no texto e a intuição e experiências de quem analisa o texto. Os resultados obtidos revelaram que a prática de copiar, instituída nas universidades a partir da Pasta do professor, constitui-se numa atitude pedagógica reconhecida como necessária para atender a demanda das fontes de informação, indis-pensáveis ao conteúdo programático das disciplinas. Essa prática tem no capítulo de livros e nos artigos de periódicos científicos as fontes mais disponibilizadas para cópia. A pesquisa revelou, ainda, o pouco conhecimento das ações da ABDR, associação re-presentativa dos empresários do livro, e um número irrelevante de professores-autores, reflexo da reduzida atividade editorial de Salvador. Informações sobre o texto completo: Instituto de Ciência da Informação Rua Basílio da Gama, s/n - Campus Universitário do Canela 40110-100 Salvador - BA - Tel/Fax: 3336-6755 / 3336-6174 (ramais 23 e 35) E-mail: posici@ufba.br
Publicado
2007-07-08
Seção
New Section Title Here