A Pontifícia Universidade Católica de Campinas e a produção científica

  • Adilson Luiz Pinto
Palavras-chave: produção científica na PUC-Campinas, literatura branca e cinzenta, pós-graduação Stricto

Resumo

Esta pesquisa analisa a produção científica da Pontifícia Universidade Católica de Campinas durante o período de 1995 a 2002. O corpus do estudo são as pesquisas realizadas pelos docentes dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu, sejam elas produção individual ou produção realizada pelos grupos de pesquisa. Tem como objetivos (i) analisar a vinculação da produção dos docentes da Pós-graduação Stricto Sensu com as linhas de pesquisas e (ii) desenvolver parâmetros para analisar a produção científica institucional. Quanto ao método para o estudo dessa produtividade, adotou-se a cienciometria; utilizou-se a análise quantitativa, cujos resultados foram obtidos através de uma intensa investigação (i) da produção indexada no Currículo Lattes de cada docente e (ii) das atividades realizadas nos grupos de pesquisa. Os parâmetros foram desenvolvidos especificamente para analisar as pesquisas realizadas na PUC-Campinas, não fugindo da realidade da instituição; para tal, as questões trabalhadas foram: (a) a relação da publicação com os propósitos/temática do grupo de pesquisa; (b) a amplitude da pesquisa; (c) o tipo de pesquisa realizada; (d) a veiculação das pesquisas; (e) a análise da produtividade individual de cada docente. Os resultados do estudo indicam um crescimento no número de pesquisas publicadas durante o período estudado (1995/2002), Em todos os pontos a evolução foi evidente, com números surpreendentes, mesmo considerandose os números modestos na produção docente de artigos em periódicos (499 artigos), com exceção do número maior relativo aos docentes da Pós-graduação em Psicologia. Os resultados indicam que as atividades de pesquisa científica nas áreas de pós-graduação são relevantes e têm um significado social capaz de justificar a existência de tais Programas, a sua preservação e o seu desenvolvimento futuro. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2007-01-17
Seção
Resumos de artigos científicos