Foco e Escopo

Foco e Escopo

PetraART é um periódico online na área de Arqueologia vinculada à Associação Brasileira de Arte Rupestre. Sua missão é divulgar trabalhos que apresentem contribuição à temática dos estudos da chamada Arte Rupestre, dentro do escopo da Arqueologia, mas que agregue com as demais áreas de conhecimento que tenham sua atenção voltadas para os fenômenos rupestres, tais como as Artes, Comunicação, Antropologia, dentre outras. Como expectativa, espera-se que a revista, além de registro do conhecimento produzido pelos estudos dos registros rupestres, contribua para a comunicação e interlocução sobre relatos de estudos, proposição e resultados de aplicações, reflexões e proposições junto às comunidades de estudiosos sobre o tema.

Processo de Avaliação pelos Pares

O manuscrito será analisado pelo Secretário da Comissão Editorial para verificar se atende às normas da revista. Em caso negativo, é informado ao remetente que o artigo deverá atender às diretrizes da revista. Estando nas normas, o manuscrito é encaminhado ao Presidente da Comissão que se encarregará de enviá-lo a três avaliadores especialistas garantindo a revisão por pares cega “avaliadores-autores e autores-avaliadores”. Assim que os avaliadores devolvem os seus pareceres, o Presidente compila os comentários e, baseado nessas informações, toma uma das seguintes providências: a) informa ao Secretário que o trabalho pode ser publicado quando não há modificações ou correções; b) devolve ao autor responsável para as devidas correções, mudanças ou considerações sobre o parecer; c) retorna aos relatores que solicitaram a nova versão do manuscrito corrigida pelo(s) autor(es); d) recebe os pareceres finais dos relatores e informa diretamente ao autor, via ofício eletrônico,  caso o trabalho não tenha sido aceito para publicação. Se o trabalho for aceito para publicação, encaminha ao Editor o parecer final de aceite do manuscrito.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.