INTERATIVIDADE MÚTUA EM SITES DE PARQUES CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO PARA GERAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL

  • Sicilia Vechi Gonçalves Universidade Federal de Santa Catarina http://orcid.org/0000-0002-8983-1032
  • Neri dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Clarissa Stefani Teixeira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Márcio Vieira de Souza Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: interatividade mútua, sites, parques, capital social

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar a abertura para interatividade mútua em áreas de conteúdo periódico dos sites de 30 Parques Científicos Tecnológicos e de Inovação em operação no Brasil, levantando as contribuições de interação para a geração de capital social. A pesquisa exploratória e descritiva com abordagem qualitativa analisa as ocorrências de campos interativos vinculados ao conteúdo dos sites. O estudo mostrou que a maior parte destes combina interatividade mútua e áreas de notícias, em espaços para comentários ou por direcionamento em hiperlinks para as mídias sociais. Falta de atualização e monitoramento de mídias sociais e erros de hiperlink foram observados como possíveis entraves à interação mútua e bloqueio à geração de capital social cognitivo e relacional. Os Parques são ambientes de fomento à inovação e dependem da criação do conhecimento. Com a dinâmica da comunicação digital em rede e uso crescente da inteligência coletiva, para gerar inovação, os Parques devem manter presença digital ativa na produção, atualização e monitoramento de mídias, propiciando o novo conhecimento e as relações dele decorrentes.

Biografia do Autor

Sicilia Vechi Gonçalves, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Membro do Grupo de Pesquisa VIA Estação Conhecimento (EGC/UFSC) sobre Habitats de Inovação. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade do Vale do Itajaí
Neri dos Santos, Universidade Federal de Santa Catarina
Professor Sênior do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil Doutor em Ergonomie de l'Ingenierie pelo Conservatoire National des Arts et Métiers, França
Clarissa Stefani Teixeira, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil Professora do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil.
Márcio Vieira de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil. Professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil.
Publicado
2019-08-30
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles