A PARTICIPAÇÃO DE EDITORAS PRIVADAS EM PERIÓDICOS CIENTÍFICOS BRASILEIROS: UMA VISÃO SOBRE O GERENCIAMENTO PRIVADO DE PUBLICAÇÕES ACADÊMICAS

  • Allan Pierre Bonetti Pozzobon Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Gustavo Arantes Camargo Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Publicações brasileiras, oligopólio, financiamento científico

Resumo

Artigos fazem parte do cotidiano de todo pesquisador, independentemente da sua área de atuação. No entanto, mesmo com os adventos tecnológicos que facilitaram os processos de comunicação, o acesso à informação científica parece cada vez mais restrito. Estudos sobre a participação das editoras privadas nas publicações científicas relacionaram a dificuldade crescente de acesso a essas informações com a presença dessas editoras, no entanto dados sobre essas relações com enfoque nas publicações cientificas brasileiras ainda não haviam sido levantados. Assim, o presente estudo objetiva analisar informações acerca da relação entre os periódicos e artigos nacionais, de diversas áreas, com as editoras privadas, utilizando o banco de dados Thomson Reuters-Web of Science como base para a consulta. Um total de 134 periódicos brasileiros foram analisados, desses, apenas 10 são gerenciados por editoras privadas, um percentual de 7,46%. A partir dos resultados, observou-se o quão inseridas no gerenciamento das publicações científicas brasileiras estão as grandes editoras privadas. As consequências da presença das mesmas também são discutidas, sendo abordados os conflitos entre elas e instituições/pesquisadores. Também são discutidas as próprias métricas que balizam o meio acadêmico e o papel das editoras nesse aspecto. Por fim possíveis soluções e medidas são observadas para que a ciência fortifique seu objetivo principal de trazer melhorias para toda a humanidade.

Biografia do Autor

Allan Pierre Bonetti Pozzobon, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC)/ NUPEM
Gustavo Arantes Camargo, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro/ Campus Macaé/ NUPEM. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC)
Publicado
2019-08-30
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles