ESCALA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO POSSIBILITA A IDENTIFICAÇÃO DE GAPS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA COOPERATIVA

Resumo

O objetivo deste estudo é identificar orientações e práticas de gestão do conhecimento percebidas pelos colaboradores de uma instituição financeira cooperativa. Utilizou-se para isso a aplicação de um questionário quantitativo com 26 colaboradores de uma agência da instituição, usando a Escala de Gestão do Conhecimento (EGC) de Pais (2014), composta por 22 questões com respostas do tipo Likert. Os resultados sugerem que apesar dos bons escores médios nos quatro fatores analisados na EGC, na percepção dos colaboradores, os fatores “orientação competitiva” e “práticas formais de gestão do conhecimento”, carecem de maior desenvolvimento. A EGC se demonstrou útil na identificação de lacunas de gestão do conhecimento. Reuniões de retrospectiva, comunidades de prática, sistemas de recompensa ao compartilhamento de conhecimento e práticas de inteligência competitiva são recomendadas para suprir os gaps identificados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Poliana Fernanda Schiavi, UFMS

Especialista em Gestão de Negócios pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Brasil.

Sibelly Resch, UFMS

Doutora em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul, Brasil. Professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Brasil.

Victor Fraile Sordi, UFMS

Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Brasil.

Publicado
2020-06-07
Como Citar
Schiavi, P. F., Resch, S., & Fraile Sordi, V. (2020). ESCALA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO POSSIBILITA A IDENTIFICAÇÃO DE GAPS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA COOPERATIVA. Perspectivas Em Gestão & Conhecimento, 10(2), 67-81. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/pgc/article/view/49635
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles