ETNOGRAFIA DA DURAÇÃO NAS CIDADES EM SUAS CONSOLIDAÇÕES TEMPORAIS

Autores

  • Ana Luiza Carvalho da Rocha
  • Cornelia Eckert

Resumo

Propomos a Etnografia da Duração nos estudos de identidade narrativa de habitantes em contextos urbanos interpretando a cidade como objeto temporal. A memória narrada é conhecimento de sí e do mundo, a partir do trabalho de recordar narrado pelos sujeitos. O artigo baseia-se no resultado de pesquisas desenvolvidas no âmbito do nosso projeto intitulado Banco de Imagens e Efeitos Visuais (PPGAS, IFCH, UFRGS), iniciado em 1987. Tendo sempre por motivação a pesquisa com a memória transgeracional e a produção de constelações de imagens, a Etnografia da Duração persegue a obra de fazer vibrar o tempo pensado e vivido. Trata-se da produção de etnografias dos diversos ritmos temporais que configuram uma comunidade urbana como tal e a descrição dos arranjos da vida coletiva que se propaga no interior de seus territórios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-04

Como Citar

da Rocha, A. L. C., & Eckert, C. (2011). ETNOGRAFIA DA DURAÇÃO NAS CIDADES EM SUAS CONSOLIDAÇÕES TEMPORAIS. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA &Amp; TRABALHO, 34. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/politicaetrabalho/article/view/12185

Edição

Seção

Nº 34 - DOSSIÊ TEMPORALIDADES