AS INDIVIDUALIDADES POPULARES: análise de setores urbanos no Chile

  • Kathya Araujo Instituto de Estudos Avançados (IDEA) da Universidade de Santiago de Chile (USACH).
  • Danilo Martuccelli Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Paris-Descartes – Sorbonne.

Resumo

As ciências sociais em geral propuseram leituras das classes populares e do popular que tenderam a minimizar a existência de formas de individualidade em seu seio, dando lugar a visões altamente coletivistas de seus membros. Com base em duas investigações empíricas de tipo qualitativo sobre o caso do Chile, realizadas mediante entrevistas semiestruturadas e técnicas grupais, este artigo discute que, sem desconhecer a comunidade de experiências observável entre seus membros, é possível dar conta de certos processos individualizadores específicos nesse grupo social. Frente às numerosas adversidades de sua existência em um contexto de alta instabilidade posicional e de exigência de hiperatuação, os membros dos setores populares urbanos tendem a afirmar a sua individualidade a partir de três dimensões: a força do caráter; a habilidade e o sentido de oportunidade; e o prazer e a irreverência humorística. Palavras-chave: Classes populares. Setores urbanos. Individualidades populares. Chile.

Biografia do Autor

Kathya Araujo, Instituto de Estudos Avançados (IDEA) da Universidade de Santiago de Chile (USACH).
Professora e pesquisadora do Instituto de Estudos Avançados (IDEA) da Universidade de Santiago de Chile (USACH). Doutora em Estudos Americanos pelo IDEA/USACH. Suas principais áreas de interesse atuais em sociologia são as normas, processos de individuação e configuração de sujeitos, teoria social e psicanálise (escola francesa). Publicou mais de quinze livros, entre os quais, Dignos de su arte (Iberoamericana, Vervuert Verlag, 2009), Habitar lo social (LOM ediciones, 2009) e Desafíos comunes (com Danilo Martuccelli, 2 volumes, LOM ediciones, 2012), El miedo a los subordinados (LOM Ediciones, 2016) e, como editora, ¿Se acata pero no se cumple? (LOM ediciones, 2009) e Legitimization in World Society (con A. Mascareño, Ashgate, 2012).
Danilo Martuccelli, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Paris-Descartes – Sorbonne.
Professor de sociologia na Universidade de Paris-Descartes, da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais – Sorbonne. Doutor em Sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS). Suas principais áreas de interesse são teoria social, sociologia da individuação e sociologia política. Publicou inúmeros livros, entre os quais se destacam Sociologies de la modernité (1999) ; Grammaires de l’individu (2002) ; La consistance du social (2005), Forgé par l’épreuve (2006), La Société singulariste (2010), Les sociétés et l’impossible (2014) e como coautor com François Dubet, A l’école (1996); com Maristela Svampa, La plaza vacía (1997), com Bernardo Sorj, El desafío latinoamericano (2008); com Kathya Araujo, Desafios comunes (2012).
Publicado
2019-11-20
Como Citar
Araujo, K., & Martuccelli, D. (2019). AS INDIVIDUALIDADES POPULARES: análise de setores urbanos no Chile. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA & TRABALHO, 1(50), 289-310. https://doi.org/10.22478/ufpb.1517-5901.2019v1n50.43756
Seção
TRADUÇÕES