TRABALHADORES FORMAIS COM NÍVEL SUPERIOR

Análise para as regiões Nordeste e Sudeste (2006-2016)

Autores

  • Carlos Eduardo Pereira do Nascimento Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Wellington Rodrigues da Silva
  • Silvana Nunes de Queiroz Universidade Regional do Cariri/Universidade Federal do Rio Grande do Norte https://orcid.org/0000-0001-7295-3212

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1517-5901.2020v1n53.53067

Resumo

O presente estudo objetiva analisar, comparativamente, através do perfil ocupacional, demográfico e socioeconômico, os trabalhadores com nível superior completo, ocupados em vagas formais, nas regiões Nordeste e Sudeste, nos anos de 2006 e 2016. Pretende-se mostrar as semelhanças, diferenças e mudanças ocorridas durante esse hiato temporal, em duas regiões distintas socialmente, geograficamente e em termos econômicos. Para tanto, faz-se uso de microdados da RAIS/MTE, informações do IBGE, InepData e do CNPq. Os resultados mostram que, em 2016, de maneira surpreendente, não se observa gap expressivo entre o percentual de empregados formais com nível superior no Sudeste (21,75%) e no Nordeste (20,25%). Entretanto o número de ocupados com esse tipo de qualificação é baixo e impede o crescimento do país, bem como demanda vagas mais precárias e que remuneram mal. Ademais, as mulheres empregadas com nível superior completo são maioria, especialmente no Nordeste, contudo, apresentam diferenças nos rendimentos em relação aos homens, reiterando o papel do componente de gênero e regional que atua na desvalorização da mão de obra feminina. Assim, é preciso políticas públicas específicas e focalizadas e mais discussão e estudos sobre essa questão, com o intuito de colocar em prática a igualdade de gênero e regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Rodrigues da Silva

Graduado em Economia pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Pesquisador do Observatório das Migrações no Estado do Ceará (OMEC) e do Grupo de Estudos em Territorialidades Econômicas e Desenvolvimento Regional e Urbano (GETEDRU).

Silvana Nunes de Queiroz, Universidade Regional do Cariri/Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutora em Demografia pela Universidade Estadual de Campinas. Professora Adjunta do Departamento de Economia da Universidade Regional do Cariri (URCA) e do Programa de Pós-graduação em Demografia da UFRN (PPFGDem/UFRN). Líder e pesquisadora do Grupo do Observatório das Migrações do Estado do Ceará (OMEC).

Publicado

2021-03-23

Como Citar

Carlos Eduardo Pereira do Nascimento, Wellington Rodrigues da Silva, & Silvana Nunes de Queiroz. (2021). TRABALHADORES FORMAIS COM NÍVEL SUPERIOR: Análise para as regiões Nordeste e Sudeste (2006-2016). REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA &Amp; TRABALHO, 1(53), 198–217. https://doi.org/10.22478/ufpb.1517-5901.2020v1n53.53067