NOVAS POSSIBILIDADES PARA O DEBATE NACIONAL ACERCA DOS PRINCÍPIOS: SOBRE “CRÍTICA DA PONDERAÇÃO: MÉTODO CONSTITUCIONAL ENTRE A DOGMÁTICA JURÍDICA E A TEORIA SOCIAL”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1678-2593.2017v16n33.35855

Palavras-chave:

Princípios Jurídicos, Robert Alexy, Ponderação, Crítica.

Resumo

Trata-se de resenha crítica sobre o livro "Crítica da Ponderação: Método Constitucional entre a Dogmática Jurídica e a Teoria Social", lançado no Brasil em 2016. O argumento principal é no sentido de que os textos que integram esse livro podem ajudar a renovar a discussão brasileira sobre os princípios jurídicos e sua aplicação por meio da proporcionalidade alexyana. Por outro lado, ao final são apresentadas algumas críticas que podem ser feitas à abordagem predominante nos diferentes capítulos do livro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

David F. L. Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor, mestre e bacharel em Direito pela UFMG. Professor do Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito da UFMG.

Referências

AUGSBERG, Ino. A desunidade da razão na multiplicidade de suas vozes. A teoria da ponderação e a sua crítica como um programa jurídico-teórico. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 19-35.

CAMPOS, Ricardo; RIBEIRO, Pedro Henrique. Apresentação. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 13-18.

FISCHER-LESCANO, Andreas. A teoria crítica dos sistemas da escola de Frankfurt. Trad. Rúrion Melo. Novos Estudos – CEBRAP, n. 86, São Paulo, mar. 2010, p. 163-177.

FISCHER-LESCANO, Andreas. Crítica da concordância prática. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 37-61.

LADEUR, Karl-Heinz; CAMPOS, Ricardo. Entre teorias e espantalhos – Deturpações constitutivas na teoria dos princípios e novas abordagens. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 97-131.

LADEUR, Karl-Heinz. Crítica da ponderação na dogmática dos direitos fundamentais – Apelo para uma renovação da teoria liberal dos direitos fundamentais. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 133-224.

NEVES, Marcelo. Transconstitucionalismo. São Paulo: WMF Martins, 2009.

POSCHER, Ralf. Teoria de um fantasma – A malsucedida busca da teoria dos princípios pelo seu objeto. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 63-96.

TEUBNER, Gunther. A matriz anônima – Violação de direitos humanos por atores “privados” transnacionais. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 225-271-311.

VESTING, Thomas. Vizinhança – Direitos fundamentais e sua teoria na cultura das redes. In: CAMPOS, Ricardo (org.). Crítica da Ponderação: método constitucional entre a dogmática jurídica e a teoria social. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 225-270.

Downloads

Publicado

2017-11-27

Como Citar

GOMES, D. F. L. NOVAS POSSIBILIDADES PARA O DEBATE NACIONAL ACERCA DOS PRINCÍPIOS: SOBRE “CRÍTICA DA PONDERAÇÃO: MÉTODO CONSTITUCIONAL ENTRE A DOGMÁTICA JURÍDICA E A TEORIA SOCIAL”. Prim Facie, [S. l.], v. 16, n. 33, p. 01–10, 2017. DOI: 10.22478/ufpb.1678-2593.2017v16n33.35855. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/primafacie/article/view/35855. Acesso em: 27 maio. 2024.