CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DO PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA EM PERSPECTIVA DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

Resumo

Este trabalho se propôs a analisar a construção identitária do Professor de Língua Inglesa em perspectiva da formação profissional na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para a composição da pesquisa, inicialmente, incidimos estudos sobre a construção identitária do professor de Língua Inglesa. Depois, discutimos sobre a importância da profissionalização para o trabalho docente na Educação Básica – EJA e, na seção três, nos ativemos à análise das entrevistas que foram realizadas com três professores de instituições do município de Santa Rita- PB, na modalidade EJA. Com base em conceitos advindos da Linguística Aplicada (LA) e do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), recorremos a pressupostos teóricos de Celani (2006), Bronckart (2008; 2009), Garcia (2010), Pereira, Medrado e Reichmann (2015), e Lawn (2000), dentre outros, sobre a Identidade do professor, em que averiguamos como o ensino de Língua Inglesa no Brasil é amparado em documentos legais, como o Conselho Nacional de Educação (CNE). A motivação por esse estudo se deu pela experiência de um dos autores enquanto docente de Língua Inglesa da rede municipal de Santa Rita – PB, o que tornou mais viável a realização da entrevista, a qual focalizou a compreensão dos docentes sobre as mudanças que ocorreram nos últimos cinco anos em perspectiva da formação profissional na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os resultados apontam que as últimas mudanças foram positivas no referente ao trabalho profissional dos docentes, através das quais percebeu-se a especificidade de suas construções identitárias, afetando, assim, a postura profissional do professor.

Biografia do Autor

Wilder Kleber Fernandes de Santana, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Doutorando e Mestre em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística (Proling) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Mestre e Bacharel em Teologia (Faculdade Teológica Nacional, 2016); Mestrando em Arqueologia Bíblica (Faculdade Teológica Nacional, 2017) e Especialista em Gestão da Educação Municipal (UFPB, 2017). Atua nas áreas de Língua Portuguesa e Linguística, desenvolvendo pesquisas em teorias do discurso, especificamente a perspectiva dialógica dos estudos da linguagem. É integrante do GPLEI (Grupo de Pesquisa em Linguagem, Enunciação e Interação).
Manoel Alves Tavares de Melo, Universidade Federal da Paraíba
1Mestre em Linguística e Ensino (UFPB, 2017); Especialista em Ensino-aprendizagem da Língua Inglesa (IESP). Professor de Língua Inglesa na rede municipal de Santa Rita (PB), desenvolvendo pesquisas na área do processo de ensino-aprendizagem da Língua Inglesa mediado pelas tecnologias. E-mail: matmelo@uol.com.br
Publicado
2019-02-18
Seção
Artigos