A FORMAÇÃO HUMANÍSTICA, SOCIAL E ÉTICA DO GRADUANDO EM ODONTOLOGIA

  • Cilene Rennó Junqueira
  • Simone Rennó Junqueira
  • Fernanda Campos Sousa de Almeida
  • Celso Zilbovicius
  • Maria Ercilia de Araujo
  • Dalton Luiz de Paula Ramos

Resumo

Objetivo: Este estudo discute o significado das mudanças curriculares na Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo e sua contribuição para a formação integral do aluno de graduação. Material e Métodos: Um estudo qualitativo foi conduzido por meio de análise etnográfica e análise de conteúdo temática. A coleta de dados consistiu em observação-participante e análise documental. Resultados: A análise das atividades realizadas permitiu concluir que grandes avanços têm sido percebidos a partir desse processo de reestruturação como: qualificação pedagógica dos docentes, diversificação dos cenários de prática e reorganização do ensino da clínica. Contudo, a maior contribuição desse processo é o resgate da preocupação da comunidade acadêmica com o ensino da graduação. Conclusão: A fim de alcançar uma educação odontológica integral que culmine com a mesma abordagem para o tratamento dos pacientes, é necessário ter o envolvimento de toda a instituição. Isso ocorrerá por meio de mudanças curriculares e da participação de todos os membros do corpo docente, que devem se envolver no processo de formação humanística, social e ética dos estudantes de graduação. DESCRITORES Educação em Odontologia. Ética Odontológica. Ensino. Corpo Docente.
Publicado
2011-05-31
Como Citar
Junqueira, C. R., Junqueira, S. R., Almeida, F. C. S. de, Zilbovicius, C., Araujo, M. E. de, & Ramos, D. L. de P. (2011). A FORMAÇÃO HUMANÍSTICA, SOCIAL E ÉTICA DO GRADUANDO EM ODONTOLOGIA. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 14(4), 25-36. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/rbcs/article/view/9814
Seção
Pesquisa