Uma Análise Crítica Entre os Currículos dos Cursos de Ciências Contábeis nos Países do Mercosul e o Proposto Pela ONU/UNCTAD/ISAR

  • Giovanna Tonetto Segantini UFRN
  • Clayton Levy Lima de Melo Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
  • Edzana Roberta F. Cunha Vieira Lucena Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
  • José Dionísio Gomes da Silva Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
Palavras-chave: Harmonização, Currículo Internacional, Educação Contábil

Resumo

A harmonização das normas contábeis tornou-se uma necessidade dos usuários externos e internos da informação contábil, uma vez que passaram a atuar em diversos mercados e a prestar contas aos usuários com necessidades variadas, pois o mercado cada vez mais globalizado exige profissionais preparados para atuar dentro e fora do seu país. Visando isso, a ONU/UNCTAD/ISAR desenvolveu um Currículo Mundial para servir de referência para os cursos de Ciências Contábeis, buscando prover conhecimentos internacionais de normas contábeis independentemente do país responsável pela formação do profissional. Assim, o objetivo geral do artigo foi analisar e comparar a adequação dos currículos dos cursos de ciências contábeis de quatro universidades do MERCOSUL, sendo uma de cada país, com o currículo proposto pela ONU/UNCTAD/ISAR. As universidades selecionadas foram: Facultad de Ciencias Econômicas de la Universidad de Buenos Aires (Argentina); Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (Brasil); Universidad Nacional de Asunción (Paraguai); e Facultad de Ciências Econômicas y de Administración de la Universidad de la República (Uruguai), e suas matrizes curriculares foram comparadas com o Currículo Mundial proposto pela ONU/UNCTAD/ISAR. Os resultados indicam que a similaridade entre os currículos das quatro universidades selecionadas com o proposto pela ONU/UNCTAD/ISAR é alta, existindo, em média, 76,71% de semelhança entre as matérias dos currículos. Por ser apenas uma recomendação, as universidades pesquisadas demonstraram possuir certa flexibilidade na elaboração de seus currículos.

Biografia do Autor

Giovanna Tonetto Segantini, UFRN
Mestra pelo Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN.
Clayton Levy Lima de Melo, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
Doutorando pelo Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN. É professor assistente da UFRN.
Edzana Roberta F. Cunha Vieira Lucena, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
Doutoranda pelo Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN. É professora assistente da UFRN.
José Dionísio Gomes da Silva, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em CIências Contábeis UnB, UFPB e UFRN
Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo. Titular da Cadeira 13 da Academia Norte-Rio-Grandense de Ciências Contábeis. Professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Vice-Diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA, da UFRN
Publicado
2013-07-23
Seção
Seção Nacional