Conteúdo Informacional das Previsões de Lucro dos Analistas de Mercado e dos Modelos de Previsão Random Walk no Brasil

  • Rafael Confetti Gatsios Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
  • Fabiano Guasti Lima Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
  • Rafael Moreira Antônio Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo http://orcid.org/0000-0003-1116-808X
  • Bruno Figlioli Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Resumo

Objetivo: Este trabalho avalia as previsões de lucro dos analistas e dos modelos random walk, simples e com crescimento, a curto e longo prazo, para as empresas brasileiras de capital aberto no período de 2010 a 2015.

Fundamento: A pesquisa apresenta um estudo sobre o conteúdo informacional das previsões de lucro dos analistas de mercado e dos modelos random walk na previsão de resultados futuros das empresas brasileiras de capital aberto a curto e longo prazo.

Método: Os dados foram obtidos via plataforma da Thomson Reuters®, nas bases de dados do I/B/E/S® e Thomson Financial. Para análise dos resultados foi utilizada a metodologia de regressão linear simples (OLS) robusta a heterocedasticidade.

Resultados: A análise dos modelos sobre o conteúdo informacional aponta maior relevância das previsões random walk com relação às previsões dos analistas, adicionalmente nota-se que o conteúdo informacional das previsões dos analistas vai perdendo intensidade com o aumento da defasagem da previsão. Destaca-se ainda, maior conteúdo informacional das previsões dos modelos random walk, mesmo para previsões de curto prazo.

Biografia do Autor

Rafael Moreira Antônio, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Doutor (2018), Mestre (2012) em Controladoria e Contabilidade (Linha de Pesquisa: Contabilidade Financeira e Finanças (Finanças)) pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - USP e Graduado (2009) em Ciências Contábeis pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - USP. Pesquisador de Mercado de Capitais, especialmente a acurácia das previsões dos analistas. Tem experiência na área de Contabilidade Societária, Contabilidade de Custos, Contabilidade Aplicada ao Terceiro Setor e Controladoria. Foi coordenador do curso de Ciências Contábeis na Anhanguera Educacional de Ribeirão Preto e coordenador do curso de Pós-Graduação em Controladoria e Finanças no Senac Ribeirão Preto. Atualmente é revisor dos periódicos vinculados à IABE - International Academy of Business and Economics, do periódico International Journal of Emerging Markets, do periódico Contabilidade Vista & Revista, do periódico Revista de Administração da Unimep, do periódico Revista de Finanças e Contabilidade da Unimep, do periódico Revista Universo Contábil, do periódico Revista de Contabilidade da UFBA, do periódico Revista de Administração do Mackenzie, do periódico Revista de Administração Contemporânea, do periódico Advances in Scientific and Applied Accounting e do periódico Revista de Contabilidade e Organizações. Membro fundador e integrante do GPFin: Grupo de Pesquisas em Finanças da FEA-RP/USP (dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3395387546762095).

Referências

Ball, R. T., & Ghysels, E. (2017). Automated Earnings Forecasts: Beat Analysts or Combine and Conquer?. Management Science, 64(10), 4936-4952.

Beiruth, A. X. (2012). Avaliação da utilização e precificação de modelos contábeis e de analistas no mercado brasileiro (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).

Boff, L. H., Procianoy, J. L., & Hoppen, N. (2006). O uso de informações por analistas de investimento na avaliação de empresas: à procura de padrões. Revista de Administração Contemporânea, 10(4), 169-192..

Bradshaw, M. T., Drake, M. S., Myers, J. N., & Myers, L. A. (2012). A re-examination of analysts’ superiority over time-series forecasts of annual earnings. Review of Accounting Studies, 17(4), 944-968..

Branson, B. C., Lorek, K. S., & Pagach, D. P. (1995). Evidence on the Superiority of Analysts Quarterly Earnings Forecasts for Small Capitalization Firms. Decision Sciences, 26(2), 243-263.

Brown, L. D. (1993). Earnings forecasting research: its implications for capital markets research. International journal of forecasting, 9(3), 295-320.

Brown, L. D., Hagerman, R. L., Griffin, P. A., & Zmijewski, M. E. (1987a). An evaluation of alternative proxies for the market's assessment of unexpected earnings. Journal of Accounting and Economics, 9(2), 159-193.

Brown, L. D., Richardson, G. D., & Schwager, S. J. (1987b). An information interpretation of financial analyst superiority in forecasting earnings. Journal of Accounting Research, 49-67.

Bueno, R. D. L. D. S. (2011). Econometria de séries temporais.

Cheng, J. W., Fan, D. K., & So, R. W. (2003). On the performance of naïve, analyst and composite earnings forecasts: Evidence from Hong Kong. Journal of International Financial Management & Accounting, 14(2), 146-165.

Cotter, J., Tarca, A., & Wee, M. (2012). IFRS adoption and analysts’ earnings forecasts: Australian evidence. Accounting & Finance, 52(2), 395-419.

Dalmácio, F. Z., Lopes, A. B., Neto, A. S., & Rezende, A. J. (2013). Uma análise da relação entre governança corporativa e acurácia das previsões dos analistas do mercado brasileiro. Revista de Administração Mackenzie (Mackenzie Management Review), 14(5).

Eid Jr., W.; Rochman, R. R. (2006). Analysts’ recommendations in Brazil: Do they add value? Balas: Peru.

Esteter, B., Pedreira, E. B., & Barros, L. A. B. D. C. (2011, May). Análise dos Erros de Previsão em Empresas de Capital Aberto para os Mercados de Argentina, Brasil, Chile e México entre os Anos de 2003 a 2009. In II Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis-AdCont 2011.

Fried, D., & Givoly, D. (1982). Financial analysts' forecasts of earnings: A better surrogate for market expectations. Journal of Accounting and Economics, 4(2), 85-107.

Gatsios, R. C., & Lima, F. G. (2014). Acurácia dos analistas: Impacto da adoção do padrão IFRS sobre a qualidade preditiva da informação contábil no Brasil. XIV Encontro Brasileiro de Finanças, Recife. Anais... Recife.

Gatsios, R. C.; Lima, F. G. (2019). Reavaliação da superioridade dos analistas na previsão de resultado futuro das empresas brasileiras de capital aberto. XIX ENCONTRO BRASILEIRO DE FINANÇAS, Rio de Janeiro. Anais ... Rio de Janeiro.

Griffin, P. A. (1977). The time-series behavior of quarterly earnings: preliminary evidence. Journal of Accounting Research, 71-83.

Grigaliūnienė, Ž. (2013). Time-series models forecasting performance in the Baltic stock market. Organizations and Markets in Emerging Economies, 4(07), 104-120.

Hope, O. K. (2003). Disclosure practices, enforcement of accounting standards, and analysts' forecast accuracy: An international study. Journal of accounting research, 41(2), 235-272.

Hopwood, W. S., & McKeown, J. C. (1990). Evidence on Surrogates for Earnings Expectations Within a Capital Market Context. Journal of Accounting, Auditing & Finance, 5(3).

Kothari, S. P. (2001). Capital markets research in accounting. Journal of accounting and economics, 31(1-3), 105-231.

Kross, W., Ro, B., & Schroeder, D. (1990). Earnings expectations: The analysts' information advantage. Accounting Review, 461-476.

Lacina, M., Brian Lee, B., & Zhaohui Xu, R. (2011). An evaluation of financial analysts and naïve methods in forecasting long-term earnings. In Advances in business and management forecasting (pp. 77-101). Emerald Group Publishing Limited.

Lang, M. H., & Lundholm, R. J. (1996). Corporate disclosure policy and analyst behavior. Accounting review, 467-492.

LEE, C. M. C. Earnings news and small traders: An intraday analysis. Journal of Accounting and Economics, v. 15, n. 2-3, p. 265-302, 1992.

Lima, F. G. (2011) Combinando filtros de wavelets e kalman para previsão de séries temporais financeiras. Tese (Livre Docência) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Lima, M. P., & de Souza Almeida, V. (2015). Os analistas sell-side fazem boas previsões de preços-alvo no Brasil?. Revista Brasileira de Finanças, 13(3), 365-393.

Lorek, K. S., & Willinger, G. L. (2002). An analysis of the accuracy of long-term earnings predictions. Advances in Accounting, 19, 161-175.

Lorek, K. S., & Pagach, D. P. (2014). Analysts versus Time-Series Forecasts of Quarterly Earnings: A Maintained Hypothesis Revisited. Available at SSRN 2406013.

Martinez, A. L. (2004). Analisando os analistas: estudo empírico das projeções de lucros e das recomendações dos analistas do mercado de capitais para as empresas brasileiras de capital aberto (Doctoral dissertation).

Martinez, A. L. (2007). Otimismo e viés de seleção dos analistas. BBR-Brazilian Business Review, 4(2), 104-118.

Martinez, A. L., & Dumer, M. (2014). Adoption of IFRS and the Properties of Analysts’ Forecasts: The Brazilian Case. Revista De Contabilidade E Organizações, 8(20), 3-16.

O'brien, P. C. (1988). Analysts' forecasts as earnings expectations. Journal of accounting and Economics, 10(1), 53-83.

Paulo, E., Lima, G. A. S. F. D., & Lima, I. S. (2006). A influência da cobertura dos analistas financeiros sobre o gerenciamento de resultados das companhias abertas brasileiras. Anais.

Ramnath, S., Rock, S., & Shane, P. (2008). The financial analyst forecasting literature: A taxonomy with suggestions for further research. International Journal of Forecasting, 24(1), 34-75.

Da Silva, H. R. (1998). A capacidade previsionária no mercado acionário brasileiro–Um estudo focado nas previsões dos analistas de investimentos. Encontro da ANPAD, 22.

Publicado
2020-05-25
Como Citar
Gatsios, R. C., Lima, F. G., Antônio, R. M., & Figlioli, B. (2020). Conteúdo Informacional das Previsões de Lucro dos Analistas de Mercado e dos Modelos de Previsão Random Walk no Brasil. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, 8(2), 5-25. https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-1001.2020v8n2.48221
Seção
Seção Nacional