AVALIAÇÃO AGROINDUSTRIAL E DISSIMILARIDADE GENÉTICA EM PROGÊNIES E VARIEDADES RB DE CANA-DE-AÇÚCAR.

  • João Andrade Dutra Filho
  • Gerson Quirino Bastos
  • Luciane Vilela Resende
  • Djalma Euzébio Simões Neto
  • Luiz José Oliveira Tavares de Melo
  • Edelclaiton Daros

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar o desempenho agroindustrial e a dissimilaridade genética em progênies e variedades RB de cana-de-açúcar em fase inicial do melhoramento. O experimento foi conduzido na área agrícola da Usina Santa Tereza, Goiana – PE, durante o ano agrícola 2006/2007. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados com cinco repetições, as variáveis analisadas foram: TPH, TCH, FIB, PCC, PZA, BRIX, ATR e ATR (t/ha). Realizou-se a análise de variância e estimativa de parâmetros genéticos, a distância euclidiana média padronizada foi usada como medida de dissimilaridade. A análise de variância revelou significância e alta estimativa de herdabilidade média para as variáveis TPH, TCH e ATR (t/ha), indicando possibilidade de sucesso na seleção com base nesses caracteres. A medida de dissimilaridade utilizada no presente trabalho permitiu a identificação de materiais divergentes proporcionando ao programa de melhoramento da cana-de-açúcar da RIDESA uma maior segurança na escolha dos cruzamentos a serem realizados. Palavras chave: produtividade agrícola, distância genética, hibridação, Saccharum spp.
Publicado
2011-07-24
Seção
Artigo Científico