Interfaces entre a Arquitetura da Informação e a Semiótica

  • Cecilio Merlotti Rodas Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp
  • Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp - Campus de Marília
  • Silvana Drumond Monteiro Universidade Estadual de Londrina, Centro de Educação Comunicação e Artes, Departamento de Ciência da Informação

Resumo

A grande quantidade de informação produzida atualmente devido ao amplo desenvolvimento tecnológico das últimas décadas, a popularização dos dispositivos móveis, assim como ao acesso à Internet, têm provocado mudanças importantes já que cada vez mais pessoas de diferentes níveis sociais, regiões e culturas passaram a ter acesso à informação. Assim, neste trabalho, busca-se mostrar a importância de se considerar o sujeito informacional no contexto da Arquitetura da Informação, durante todo o processo de desenvolvimento de ambientes informacionais digitais, uma vez que a interpretação das interfaces acontece subjetivamente a partir de suas experiências. Para verificar as premissas, a partir de pesquisa bibliográfica, de cunho revisional, buscou-se trabalhos que exploraram as possibilidades que envolvem o desenvolvimento de ambientes digitais e ressaltam como se dá a apreensão da informação considerando o comportamento do sujeito informacional. Ao considerar a Semiótica e como os elementos presentes numa interface são representados em uma mente interpretante, e que esta é parte do sujeito informacional, concluiu-se que, diferentes linguagens, além da textual escrita, podem facilitar a apreensão da informação presentes nos ambientes informacionais digitais. Assim, conseguiu-se ressaltar a importância de se considerar, em todo o momento do desenvolvimento de um projeto informacional, os sujeitos que farão uso do mesmo; utilizando-se inclusive de novas técnicas e tecnologias de testes com usuários, procurando, consequentemente, alcançar sistemas mais usáveis, contribuindo para uma melhor experiência do usuário.

Biografia do Autor

Cecilio Merlotti Rodas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp

Doutorando em Ciência da Informação pela Unesp, desenvolvendo pesquisa com a tecnologia de Eye Tracking e sua aplicação no contexto de User Experience, nas linhas de pesquisa Ambientes informacionais digitais e Arquitetura da informação digital. Membro do grupo de pesquisa Novas Tecnologias em Informação, da UNESP. Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2004), área de concentração Ciência da Computação e Automação; Graduado em Ciência da Computação pelo Centro Universitário de Votuporanga (2000); licenciado em Informática pela Universidade Católica de Brasília (2008); Especialista em Banco de Dados pela Wpos (2012). Atuação profissional: Professor do Instituto Federal de São Paulo - Campus de Votuporanga em Regime de Dedicação Exclusiva (RDE). Coordenador de Extensão do Instituto Federal de São Paulo - Campus de Votuporanga de 03/2012 a 08/2013. Coordenador do Programa Estadual de Qualificação - PEQ no Centro Paula Souza - Unidade Etec de Votuporanga (3/2009 a 6/2011). Professor - Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, Etec de
Votuporanga (2005-2011). Professor - Faculdade Barretos (2008 - 2011). Professor - Faculdade de Tecnologia de São José do Rio Preto (2006-2008). Professor - Universidade de Minas Gerais Campus Frutal (2006-2007). Professor Faculdade de José Bonifácio (2006-2007). Professor - Associação Educacional de Jales - (2003-2006).

Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp - Campus de Marília

Doutora em Educação pela Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Brasil. Docente permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informaçào da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Brasil. Coordenadora do Laboratório de Desenvolvimento e Aplicação de Multímidia da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Brasil. Bolsista de Produtividade do CNPq 2.

Silvana Drumond Monteiro, Universidade Estadual de Londrina, Centro de Educação Comunicação e Artes, Departamento de Ciência da Informação
Doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil. Pós-doutorado em Ciência da Informação na Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. Professora Associada da Universidade Estadual de Londrina, Brasil. Docente permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina, Brasil.

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. O que é Ciência da Informação? Inf. Inf., Londrina, v. 19, n. 1, p. 1-30, jan./abr. 2014. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2014v19n1p01>. Acesso em: 11 maio 2015.

CAMARGO, Liriane S. de Araújo; Vidotti, Silvana A. Borsetti G. Arquitetura da Informação: Uma abordagem prática para o tratamento de conteúdo e interface em ambientes informacionais digitais. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

CARDOSO, Olinda Nogueira Paes. Recuperação de informação. INFOCOMP Journal of Computer Science, v. 2, n. 1, p. 27-32, 2004. Disponível em: <http://www.dcc.ufla.br/infocomp/index.php/INFOCOMP/article/view/46>. Acesso em: 14 ago. 2015.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede – a era da informação: economia, sociedade e cultura. 6. ed. São Paulo: Paz & Terra, 1999.

GABRIEL, Martha. Você, Eu e os Rôbos - Pequeno Manual do Mundo Digital. São Paulo: Atlas, 2017.

GHORECHA, Vimal; BHATT, Chirag. A guide for Selecting Content Management System for Web Application Development. IJARCSMS, Gujarat, v. 1, n. 3, p. 13-17, ago. 2013. Disponível em: <http://ijarcsms.com/docs/paper/volume1/issue3/V1I3-0007.pdf >Acesso em: 18 set. 2018.

GOODMAN, Elizabeth; KUNIAVSKY, Mike; MOED, Andrea. Observing the user experience: a practitioner's guide to user research. 2nd ed. Waltham: Morgan Kaufmann, 2012.

LEVENE, Mark. An introduction to search engines and Web navigation. 2. ed. New Jersey: Wiley Publishing, 2010.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MONTEIRO, Silvana Drumond. O Ciberespaço: o termo, a definição e o conceito. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 8, n. 3, jun. 2007. Disponível em: <http://dgz.org.br/jun07/Art_03.htm>. Acesso em: 12 nov. 2015.

NIELSEN, Jakob. Ten usability heuristics for user interface design. [S.l.]: Nielsen Norman Group, 1995. Disponível em: <http://www.nngroup.com/articles/ten-usability-heuristics>. Acesso em: 27 maio 2015.

OLIVEIRA, Henry Poncio Cruz. Arquitetura da informação pervasiva: contribuições conceituais. 2014. 202 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)-Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2014.

RODAS, Cecilio Merlotti. Padrão de comportamento na busca de informação em mecanismo de busca: um enfoque com a tecnologia de eye tracking. 2017. 230 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)-Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2017.

RODAS, Cecilio Merlotti; et. al. Encontrabilidade da informação: uma análise a partir da tecnologia de Eye Tracking. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, Salvador. Anais... Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2016. p. 1-20. Disponível em: <http://www.brapci.inf.br/index.php/article/download/48582> Acesso em: 30 jul. 2018.

RODAS, Cecílio Merlotti; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregório; MONTEIRO, Silvana Drumond. Interface do Google e do Yahoo: a experiência do usuário sob o olhar do Eye Tracking. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 26, n. 2, p. 37-50, maio/ago. 2016. Disponível em: <http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/28697/16195>. Acesso em: 7 ago. 2018.

SANTAELLA, Lucia. Navegar no ciberespaço. São Paulo: Paulus, 2004.

SANTAELLA, Lucia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1983.

SANTAELLA, Lucia; NÖTH, Winfried. Imagem: cognição, semiótica, mídia. São Paulo: Iluminuras, 2015.

SANTOS, Miriam Cr. Fava; MONTEIRO, Silvana Drumond. Interfaces como metacomunicação: contribuição da engenharia semiótica na representação no ciberespaço. Inf. Inf., Londrina, v. 21, n. 1, p. 80 – 102, jan./abr. 2016. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/24038/18989>. Acesso em: 5 ago. 2018.

SILVA, Janete Fernandes; FERREIRA, Marta Araújo Tavares; BORGES, Mônica Erichsen Nassif. Análise metodológica dos estudos de necessidades de informação sobre setores industriais brasileiros: proposições. Ciência da Inf., Brasília, v. 31, n. 2, p. 129-141, maio/ago. 2002. Disponível em: Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v31n2/12916.pdf>. Acesso em: 5 ago. 2018.

TULLIS, Tom; ALBERT, Bill. Measuring the user experience: collecting, analyzing, and presenting usability metrics. 2nd ed. Waltham: Morgan Kaufmann, 2013.

VECHIATO, F. L.; VIDOTTI, S. A. B. G. Encontrabilidade da informação: atributos e recomendações para ambientes informacionais digitais. In: ENANCIB, 15, 2014, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2014. Disponível em: <http://enancib2014.eci.ufmg.br/documentos/anais/anais-gt8>. Acesso em 22 dez. 2014.

Publicado
2019-08-16