AQUILOMBÚNQUERS

dançovivências terror(t)ísticas

Autores

  • Liana da Silva Cunha Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Resumo

Este artigo discorre sobre dançovivências como possibilidade de práticas antirracistas nas artes da cena. Para tal, foca nas experiências individuais e coletivas como elementos geradores de processos criativos, bem como, nos territórios que retroalimentam este fazer. Desta maneira, pontos de aquilombamento contribuem para pretagogias que alimentam as criações artísticas políticas, poéticas e de resistência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-13

Como Citar

LIANA DA SILVA CUNHA. AQUILOMBÚNQUERS: dançovivências terror(t)ísticas. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 13, n. 1, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/moringa/article/view/63327. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Perspectivas Antirracistas nas Artes da Cena