ARTESANATO EM CAPIM DOURADO NA REGIÃO DO JALAPÃO – TOCANTINS: trabalho & indicação de procedência (IP) em tempos de globalização

Autores

  • JANAINA CARDOSO MELLO Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Resumo

A afirmação de processos identitários enraizados em povoados tradicionais emerge com força, em busca de revitalização cultural, para salvaguardar suas origens, suas histórias; mas, ao mesmo tempo, enriquecer-se com a dinamização da cultura em proveito de sua sustentabilidade. Esse artigo tem como objetivo apresentar a trajetória do trabalho com artesanato tradicional em capim dourado, na região do Jalapão, no Tocantins, inserindo-o no contexto de uma Economia da Cultura que busca, no registro de Indicação de Procedência (IP), garantir a exclusividade da comercialização, da qualidade e da fidelização ao produto em tempos globalizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

JANAINA CARDOSO MELLO, Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Pós-Doutoranda em Estudos Culturais (PAAC-UFRJ); Doutoranda em Ciência da Propriedade Intelectual (PPGPI-UFS); Doutora em História Social (UFRJ), Professora Adjunta da Graduação em Museologia (UFS), do PROHIS - Mestrado em História da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e do PPGH - Mestrado em História (UFAL)

Downloads

Publicado

2016-02-23

Como Citar

MELLO, J. C. (2016). ARTESANATO EM CAPIM DOURADO NA REGIÃO DO JALAPÃO – TOCANTINS: trabalho & indicação de procedência (IP) em tempos de globalização. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA &Amp; TRABALHO, 1(43). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/politicaetrabalho/article/view/19904