OFENSIVA PATRONAL E VULNERABILIDADE LABORAL

os efeitos iniciais da reforma trabalhista a partir do relato de empresários e sindicalistas da indústria de confecção paulista

Autores

  • Ana Paula Fregnani Colombi Unicamp
  • Patrícia Rocha Lemos Unicamp
  • Ellen Gallerani Corrêa Instituto Federal de São Paulo (IFSP)

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1517-5901.2020v1n53.52951

Resumo

Este artigo analisa os efeitos iniciais da reforma trabalhista de 2017 no ramo de confecções do estado de São Paulo. O universo da pesquisa foi composto por entrevistas semiestruturadas com proprietários de pequenas e grandes empresas da indústria de confecção, um representante da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), dirigentes sindicais do segmento e pela análise de negociações coletivas. Por investigar um fenômeno recente, a pesquisa teve caráter exploratório e buscou identificar as disputas em torno dos principais dispositivos da nova legislação a partir do relato dos empresários e sindicalistas pesquisados. Os resultados apontam para a ampliação da terceirização e do contrato temporário e a configuração de um cenário adverso para a atuação dos sindicatos. Para além de mudanças que reforçam a flexibilização das relações de trabalho, mostra-se que essas alterações contribuem para aprofundar uma prática política e social neoliberal que dissemina a privatização das condutas e a lógica de riscos. Com isso, a relação de assalariamento vai sendo transformada pela queda progressiva de sua dimensão pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Fregnani Colombi, Unicamp

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e em Administração de Empresas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Mestre em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas UNICAMP, área Economia Social e do Trabalho. Atualmente é doutoranda em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Publicado

2021-03-23

Como Citar

Colombi, A. P. F., Rocha Lemos , P. ., & Gallerani Corrêa , E. . (2021). OFENSIVA PATRONAL E VULNERABILIDADE LABORAL: os efeitos iniciais da reforma trabalhista a partir do relato de empresários e sindicalistas da indústria de confecção paulista. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA &Amp; TRABALHO, 1(53), 239–257. https://doi.org/10.22478/ufpb.1517-5901.2020v1n53.52951