ENFERMEIRO PROFESSOR: LIMITES E POSSIBILIDADES DA CARREIRA DOCENTE

  • Carine VENDRUSCOLO Universidade Federal de Santa Catarina
  • Alcione POZZEBON Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  • Jean Wilian BENDER Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  • Daiana KLOH Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
  • Denise Antunes de Azambuja ZOCCHE Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  • Elisangela Argenta ZANATTA Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Resumo

Objetivo: identificar os limites e as possibilidades de ser enfermeiro professor, em cursos de graduação de instituições públicas do sul do Brasil. Material e Métodos: estudo descritivo e exploratório com abordagem qualitativa, realizado com 16 enfermeiros professores de duas Instituições de Ensino Superior do Estado de Santa Catarina, Brasil. A coleta dos dados ocorreu entre os meses de fevereiro e junho de 2015, por meio de entrevistas semi-estruturadas. Os participantes foram selecionados por amostragem não probabilística, do tipo bola de neve. Para análise dos dados foi adotado a proposta operativa para dados qualitativos. As questões éticas foram respeitadas mediante parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisas. Resultados: os principais desafios da docência na enfermagem estão relacionados com a falta de preparo pedagógico do enfermeiro durante o seu processo de formação. Contudo, os enfermeiros professores buscam por novas metodologias de ensino, com destaque as problematizadoras, permanecendo em constante aprendizado na atuação docente. O aprimoramento da carreira docente desenvolve-se com o passar do tempo e pela experiência no exercício da docência, sendo determinantes os conhecimentos adquiridos também na prática de enfermagem. Conclusão: os enfermeiros professores preocupam-se com sua condição docente e buscam por novas metodologias pedagógicas, permanecendo em constante evolução e aprendizado nessa atuação. Os limites da prática do enfermeiro professor podem ser superados se o profissional admitir a sua condição de aprendiz, de ser inconcluso, disposto a assumir a construção do conhecimento em parceria com o acadêmico. DESCRITORES Docentes de Enfermagem.Educação em Enfermagem.Ensino.

Biografia do Autor

Carine VENDRUSCOLO, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora em Enfermagem, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Rua Barão do Rio Branco, 1044 E, Jardim Itália, Chapecó/SC. CEP: 89802-101. E-mail: carine.vendruscolo@udesc.br
Alcione POZZEBON, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Enfermeira, egressa da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). E-mail: alcionepozzebon.enf@hotmail.com
Jean Wilian BENDER, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Estudante de enfermagem da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Daiana KLOH, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Denise Antunes de Azambuja ZOCCHE, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Doutora em Enfermagem, Professora do Departamento de Enfermagem da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Elisangela Argenta ZANATTA, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Doutora em Enfermagem, Professora do Departamento de Enfermagem da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
Publicado
2018-03-16
Como Citar
VENDRUSCOLO, C., POZZEBON, A., BENDER, J. W., KLOH, D., ZOCCHE, D. A. de A., & ZANATTA, E. A. (2018). ENFERMEIRO PROFESSOR: LIMITES E POSSIBILIDADES DA CARREIRA DOCENTE. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 22(2), 95-100. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2018v22n2.30927
Seção
Pesquisa